Your browser doesn't support javascript.
Factores asociados a la satisfacción vital en una muestra representativa de personas mayores de argentina / Factors associated to vital satisfaction in a representative sample of older people from argentina / Fatores associados à satisfação vital em uma amostra representativa de pessoas maiores da argentina
Hacia promoc. salud ; 24(1): 56-69, ene.-jun. 2019. tab
Artigo em Espanhol | LILACS-Express | ID: biblio-984488
Biblioteca responsável: CO332
RESUMEN

RESUMEN OBJETIVO:

Analizar los factores asociados a la satisfacción vital en adultos mayores de Argentina, en 2012.

MATERIALES Y MÉTODOS:

Se utilizaron datos de la Encuesta Nacional sobre Calidad de Vida de Adultos Mayores ―ENCaViAM―. Se analizó la satisfacción vital y su asociación con las características sociodemográficas, condiciones de salud, redes y uso del tiempo libre, según sexo. Se realizó análisis multivariado a través de regresión logística.

RESULTADOS:

Las variables relacionadas con una mayor satisfacción vital en hombres y mujeres fueron: mayor edad; menor nivel educativo; trabajar como voluntaria(o) en una organización de la comunidad; participar de viajes y/o paseos turísticos; reunirse con amigos y brindar ayuda a otras personas. Las variables relacionadas con una menor satisfacción vital fueron: no convivir en pareja; presentar deficiencia visual y/o auditiva; autopercepción de salud negativa; diagnóstico de depresión. Adicionalmente, en mujeres, se observó una mayor satisfacción vital si era jubilada o pensionada; y en hombres, realizar actividad física habitualmente; en mujeres se observó menor satisfacción vital si tenía dependencia y en hombres si tenía autopercepción negativa de memoria.

CONCLUSIONES:

Estos resultados son de importancia para implementar o mejorar políticas tendientes a incidir en la calidad de vida subjetiva del adulto mayor en Argentina y ampliar el cuerpo de conocimientos en torno a los factores que afectan la satisfacción vital.
ABSTRACT

ABSTRACT OBJECTIVE:

The objective of this study was to analyze factors associated to vital satisfaction in the elderly from Argentina in 2012.

MATERIALS AND METHODS:

Data from National Survey of Quality of Life in the Elderly (ENCaVIAM for its acronym in Spanish) was used. The vital satisfaction and its association with the sociodemographic characteristics, health conditions, networks and use of free time, was analyzed according to gender. Multivariate analysis using logistic regression was carried out.

RESULTS:

The variables related to greater life satisfaction in men and women were: older age, lower educational level, working as a volunteer/ or in a community organization, participating in trips and/or tourist trips, meeting with friends, and providing help to others. The variables related to lower life satisfaction were: not living together as a couple, presenting visual and/or auditory impairment, negative self-perception of health, and diagnosis of depression among others. Additionally, a greater life satisfaction was observed in women if they were retired or pensioned, and in men if they were regularly practicing any physical activity. Lower life satisfaction was observed in women if they were dependent and in men, if they had a negative self-perception of memory.

CONCLUSIONS:

These results are important to implement or improve policies aimed to influence the subjective quality of life of the elderly in Argentina and expand the body of knowledge around the factors that affect life satisfaction.
RESUMO

RESUMO OBJETIVO:

Analisar os fatores associados à satisfação vital em adultos maiores da Argentina, em 2012.

MATERIAIS E MÉTODOS:

Utilizaram se dados da Enquete Nacional sobre Qualidade de Vida de Adultos Maiores ―ENCaViAM―. Analisou-se a satisfação vital e sua associação com as características sócio demográficas, condições de saúde, redes e uso do tempo livre, segundo sexo. Realizou-se análise multivariado a través de regressão logística.

RESULTADOS:

As variáveis relacionadas com uma maior satisfação vital em homens e mulheres foram: maior idade; menor nível educativo; trabalhar como voluntaria(o) em uma organização da comunidade; participar de viagens e/ou passeios turísticos; reunir-se com amigos e oferecer ajuda a outras pessoas. As variáveis relacionadas com uma menor satisfação vital foram: Não conviver em casal; presentar deficiência visual e/ou auditiva; auto percepção de saúde negativa; diagnóstico de depressão. Adicionalmente, em mulheres, se observou uma maior satisfação vital se era aposentada ou pensionista; e em homens, realizar atividade física habitualmente; em mulheres se observou menor satisfação vital se tinha dependência e em homens se tinha auto percepção negativa de memória.

CONCLUSÕES:

Estes resultados são de importância para criar ou melhorar políticas tendentes a incidir na qualidade de vida subjetiva do adulto maior na Argentina e ampliar o corpo de conhecimentos em torno aos fatores que afetam a satisfação vital.

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América do Sul / Argentina Idioma: Espanhol Revista: Hacia promoc. salud Assunto da revista: Saúde Pública Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Argentina Instituição/País de afiliação: CONICET/AR