Your browser doesn't support javascript.
Actitud hacia el dopaje y perfeccionismo en atletas profesionales de fútbol, fútbol sala y baloncesto en Costa Rica / Attitudes Towards Dopping and Perfectionism in Soccer, Indoor Soccer, and Basketball Professional Athletes in Costa Rica / Atitude frente ao doping e perfeccionismo em atletas profissionais de futebol, futebol de salao e basquetebol na Costa Rica
MHSalud ; 16(1): 70-86, ene.-jun. 2019. tab
Artigo em Espanhol | LILACS-Express | ID: biblio-984705
Biblioteca responsável: CR1.1
RESUMEN
Resumen El propósito del presente estudio fue evaluar la actitud hacia el dopaje y su relación con el perfeccionismo en atletas profesionales de tres deportes de equipo en Costa Rica. Mediante cuestionarios se evaluó estos dos factores en 217 atletas profesionales mayores de 18 años de los cuales 121 eran hombres y 96 mujeres, inscritos en el campeonato de máxima categoría de Costa Rica durante las temporadas 2013 y 2014 en las disciplinas de fútbol, fútbol sala y baloncesto. Los hombres presentan una actitud significativamente (p=0.001) más positiva hacia el dopaje y son más perfeccionistas (p= 0.028) en su desempeño deportivo que las mujeres. Existe una correlación positiva significativa (p= 0.000) entre la actitud hacia el dopaje y el perfeccionismo en el deporte. A modo general, los participantes en este estudio tienen una actitud negativa hacia el dopaje. Tanto en la actitud hacia el dopaje como en el perfeccionismo no se encontraron diferencias entre deportes ni en la interacción deporte-sexo. La relación significativa encontrada nos sugiere que un atleta con estas características perfeccionistas podría estar más propenso a incurrir en dichas prácticas.
ABSTRACT
Abstract The purpose of the present study was to evaluate the attitude toward doping and its relationship with perfectionism in professional athletes from three sports in Costa Rica. Through questionnaires, the attitude towards doping and its relationship with perfectionism was evaluated in 217 professional athletes over 18 years of age, 121 were men and 96 women. They were enrolled in the top-elite championship of Costa Rica during the 2013 and 2014 seasons, in the disciplines of soccer, indoor soccer, and basketball. For the attitude towards doping an average of 34.33 ± 11.40 was obtained, while for perfectionism the average was 83.08 ± 12.27. Men presented a significantly more positive (p= 0.001) attitude toward doping and are more perfectionist (p= 0.028) in their sports performance than women. There is a significant positive correlation (p= 0.000) between attitude towards doping and perfectionism in sports. In general, the participants in this study have a negative attitude toward doping. Both in the attitude toward doping and in perfectionism, no differences were found between sports or in the sport-sex interaction. The significant relationship found between perfectionism and the attitude towards doping suggests that an athlete with these perfectionist characteristics might be more prone to incur such practices.
RESUMO
Resumo O objetivo do presente estudo foi avaliar a atitude frente ao doping e sua relação com o perfeccionismo em atletas profissionais de três esportes coletivos na Costa Rica. Através de questionários, foi avaliada a atitude em relação ao doping e sua relação com o perfeccionismo em 217 atletas profissionais com mais de 18 anos de idade, dos quais 121 eram homens e 96 mulheres, inscritos no campeonato nacional da Costa Rica durante as temporadas de 2013 e 2014 nas disciplinas de futebol, futebol de salão e basquete. Os homens apresentam uma atitude significativamente mais positiva (p = 0,001) em relação ao doping e são mais perfeccionistas ( p = 0,028) no seu desempenho esportivo do que as mulheres. Existe uma correlação positiva significativa (p = 0,000) entre a atitude em relação ao doping e o perfeccionismo no esporte. Em geral, os participantes deste estudo têm uma atitude negativa em relação ao doping. Tanto na atitude em relação ao doping quanto no perfeccionismo, não foram encontradas diferenças entre esportes nem na interação esporte-sexo. A relação significativa encontrada entre o perfeccionismo e a atitude em relação ao doping sugere que um atleta com essas características perfeccionistas pode ser mais propenso a incorrer em tais práticas.

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América Central / Costa Rica Idioma: Espanhol Revista: MHSalud Assunto da revista: Medicina / Obesidade / Sa£de Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Costa Rica Instituição/País de afiliação: Universidad Nacional/CR