Your browser doesn't support javascript.
Use of alternative communication technology on quality of life evaluation of head and neck neoplasms patients / Uso de tecnologia de comunicação alternativa na avaliação da qualidade de vida de pacientes com câncer de cabeça e pescoço
Cad. Bras. Ter. Ocup; 27(1): 61-71, Jan.-Mar. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-989494
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
Abstract: Introduction: Communication, social interactions and health-related quality of life (HRQoL) of the person affected by head and neck cancer (HNC) are affected by both diagnosis and treatment.

OBJECTIVE:

The aim of this study was to evaluate the use of alternative communication software as a resource for the application of HRQoL assessment tools for people with HNC who underwent laryngectomy.

METHOD:

An exploratory, cross-sectional study with 100 adult individuals of both genders. A Sociodemographic identification form was used and the Brazilian Criteria for Economic Classification was applied the Functional Assessment of Cancer Therapy-Head and Neck-FACT-H&N scale. These instruments were inserted, in their original format, into the alternative communication software Livox®, which is an auxiliary communication resource that favors the communication of people with speech difficulties providing a conversion of text into sounds.

RESULTS:

The dimensions of functional well-being and emotional well-being were the most affected in the evaluation of HRQoL. Most interviewees did not have difficulty in using Livox® to respond to the questionnaires. However, there was an association between the age and professional activity in relation to the use of the software, since 100% of the over-58s and non-active retirees reported some difficulties in their use.

CONCLUSION:

The use of technological resources may facilitate access to services and treatments by laryngectomized individuals, however, the elderly present greater difficulties in the use of modern communication technologies due to sociocultural contexts, cognitive and emotional difficulties. Occupational therapy can facilitate this adaptation through the use of resources, strategies, and techniques for the use of technology instruments as facilitators for communication in intra- and extra-hospital contexts, providing autonomy and independence for the subjects.
RESUMO

RESUMO INTRODUÇÃO:

A comunicação, as interações sociais e a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) da pessoa acometida pelo câncer de cabeça e pescoço (CCP), são afetadas tanto pelo diagnóstico como pelos tratamentos.

OBJETIVO:

Avaliar o uso de um software de comunicação alternativa como recurso para aplicação de instrumentos de avaliação da QVRS de pessoas com CCP, submetidas à laringectomia.

MÉTODO:

Estudo exploratório, transversal, realizado com 100 pessoas adultas, de ambos os sexos. Foi utilizada uma ficha de identificação Sociodemográfica e foram aplicados o Critério de Classificação Econômica Brasil e a escala Functional Assessment of Cancer Therapy - Head and Neck - FACT - H & N. Esses instrumentos foram inseridos, em seu formato original, no software de comunicação alternativa Livox®, que é um recurso auxiliar de comunicação que favorece a comunicação de pessoas com dificuldades na fala, fornecendo uma conversão de texto em sons.

RESULTADOS:

As dimensões do Bem-Estar Funcional e Bem-Estar Emocional foram as mais comprometidas na avaliação da QVRS. Os entrevistados, em sua maioria, não demonstraram dificuldade em utilizar o Livox® para responder aos questionários. Porém, observou-se associação entre a idade e atividade profissional exercida em relação à utilização do software, pois 100% das pessoas com mais de 58 anos e os aposentados não ativos referiram alguma dificuldade em sua utilização.

CONCLUSÃO:

O uso de recursos tecnológicos pode facilitar acessos à serviços e tratamentos por parte das pessoas laringectomizadas, mas os idosos apresentam maiores dificuldades no uso de tecnologias modernas de comunicação, devido à contextos socioculturais, dificuldades cognitivas e emocionais. A terapia ocupacional pode facilitar essa adaptação através do uso de recursos, estratégias e técnicas de uso de instrumentos de tecnologia como facilitadores para comunicação em contextos intra e extra-hospitalares, proporcionando autonomia e independência aos sujeitos.

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Tipo de estudo: Avaliação de tecnologias de saúde Idioma: Inglês Revista: Cad. Bras. Ter. Ocup Assunto da revista: Medicina F¡sica e Reabilita‡Æo Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR