Your browser doesn't support javascript.
Cultura de segurança do paciente em uma maternidade de risco habitual / Patient safety culture in a low-risk maternity hospital
ABCS health sci ; 44(1): 52-57, 02 maio 2019. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-995050
Biblioteca responsável: BR1342.1
Localização: BR1342.1
RESUMO

INTRODUÇÃO:

A preocupação com a segurança dos pacientes tornou-se prioritária nas últimas décadas, pois se trata de um princípio básico e importante requisito para garantia da qualidade do cuidado.

OBJETIVO:

Avaliar a cultura de segurança dos pacientes na perspectiva dos profissionais de saúde que trabalham em uma maternidade de risco habitual.

MÉTODOS:

Trata-se de um estudo transversal e quantitativo, com abordagem descritiva, realizado entre os meses de janeiro e março de 2017 com 21 profissionais de saúde atuantes em uma maternidade filantrópica do município de Lagarto, Sergipe, Brasil. As informações foram obtidas por meio do Safety Attitudes Questionnaire (SAQ), que avalia em escores as percepções de profissionais em relação à segurança do paciente em seis grandes domínios. Ressalta-se que é considerado escore positivo qualquer domínio com média≥75 pontos.

RESULTADOS:

Os domínios Clima de Trabalho em Equipe (escore=79,1), Satisfação no Trabalho (escore=81,4), Percepção do stress (escore=76,7) e Condições de Trabalho (escore=78,8) apresentaram-se com uma avaliação positiva no escore do instrumento utilizado (média≥75 pontos). Somente os domínios Clima de Segurança (escore=73,9) e Percepção da Gerência (escore=59,6) se mostraram com pontuação abaixo do escore esperado para a cultura de segurança do paciente.

CONCLUSÃO:

De modo geral, foi evidenciada uma cultura positiva de segurança do paciente na maternidade estudada, com necessidade de pequenas adequações no comprometimento organizacional e gerencial do serviço.
ABSTRACT

INTRODUCTION:

Concern with patient safety has become a priority in the last decades, since it is a basic principle and an important requirement to guarantee the quality of care.

OBJECTIVE:

To evaluate the patient safety culture from the perspective of the health professionals who work in a low-risk maternity hospital.

METHODS:

A cross-sectional and quantitative study, with descriptive approach, carried out between January and March 2017 with 21 health professionals working in a nos-profit maternity hospital in the town of Lagarto, Sergipe, Brazil. The information was obtained through the Safety Attitudes Questionnaire (SAQ), which evaluates in scores the attitudes and professionals' perceptions regarding patient safety in six domains. Any domain with mean≥ 75 points is considered a positive score.

RESULTS:

The domains Teamwork Climate (score=79.1), Job Satisfaction (score=81.4), Stress Recognition (score=76.7) and Working Conditions (score=78.8) scored above 75 points. Only the domains Safety Climate (score=73.9) and Perception of Management (score=59.6) were below the expected scored for the patient safety culture.

CONCLUSION:

In general, a positive patient safety culture was found in the maternity hospital studied, with the necessity of organizational adaptations.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Equipe de Assistência ao Paciente / Qualidade da Assistência à Saúde / Atenção à Saúde / Segurança do Paciente / Maternidades Tipo de estudo: Evaluation_studies Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: ABCS health sci Assunto da revista: Medicina / Saúde Pública Ano de publicação: 2019 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Sergipe/BR