Your browser doesn't support javascript.
loading
Gestão de serviços de água e esgoto em municípios do Estado de São Paulo - Brasil sob a responsabilidade municipal e estadual
In. Asociación Interamericana de Ingeniería Sanitaria y Ambiental - AIDIS. XXVIII Congreso Interamericano de Ingeniería Sanitaria y Ambiental: gestión inteligente de los recursos naturales; [anais em CD-ROM]. Cancún, Asociación Interamericana de Ingeniería Sanitaria y Ambiental, 2002. , tab.
Monografia em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-46719
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1; CDR-126 / BR67.1; HSA-31/2002. SE
ABSTRACT
Este trabalho analisa a gestão dos serviços de água e esgoto em quatro municípios de grande porte do Estado de São Paulo û Brasil, sendo que dois realizam a gestão dos serviços no âmbito municipal e dois no âmbito estadual. Período de análise û 1996 a 2000. A deficiência de saneamento básico, no Brasil, está entre os cinco maiores problemas da poluição, concentrando-se principalmente nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o que vem causando dezenas de milhares de casos anuais de mortalidade infantil. Estes fatos em sua maioria são atribuídos pela falta de prioridade para os investimentos em saneamento básico, em especial a coeta e o tratamento de esgoto. O Brasil possui 47,8 por cento de seus municípios sem coleta de esgoto, sendo que seus principais receptores são os rios e os mares. Dos 52,2 por cento dos municípios restantes que coletam os seus esgotos, apenas 20,2 por cento deles têm tratamento (PNSB, 2000). Embora as regiões Sul e Sudeste do Brasil apresentem melhores condições em relação ao abastecimento de água e ao esgotamento sanitário, o índice de tratamento dos esgotos em vários municípios é muito baixo, incluindo-se nestes os de médio e grande porte. É indiscutível a necessidade e a urgência da universalização dos serviços de água e esgotos para toda a população. No Brasil a gestão dos serviços de água e esgoto vem sendo realizada pelos Estados, por meio de companhias mediante concessões municipais, e pelos municípios através da administração municipal direta, autarquias, empresas públicas e Fundação Nacional de Saúde. As políticas públicas de saneamento básico devem ser articuladas e integradas com as de drenagem, saúde, recursos hídricos, desenvolvimento urbano e meio ambiente, e também entre as esferas de governo nacional, estadual e municipal. (AU)
Assuntos
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Abastecimento de Água / Redes de Esgoto País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Congresso e conferência / Monografia
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Abastecimento de Água / Redes de Esgoto País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Congresso e conferência / Monografia
...