Your browser doesn't support javascript.
loading
Uso e ocupação do solo na região metropolitana de São Paulo e seus reflexos nos recursos hídricos
In. Asociación Interamericana de Ingeniería Sanitaria y Ambiental - AIDIS. XXVIII Congreso Interamericano de Ingeniería Sanitaria y Ambiental: gestión inteligente de los recursos naturales; [anais em CD-ROM]. Cancún, Asociación Interamericana de Ingeniería Sanitaria y Ambiental, 2002. , tab.
Monografia em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-46723
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1, DR-126 / BR67.1; HSA-25/2002. SE
ABSTRACT
Face ao quadro de degradação ambiental com comprometimento dos recursos hídricos em várias regiões do país, não se pode deixar de procurar soluções, não só quanto aos aspectos técnicos, mas, principalmente, quanto aos aspectos sociais, de uma gestão integrada. Esta é a característica da Política Estadual de Recursos Hídricos de São Paulo. A hipótese deste trabalho é que o processo de urbanização ocorre, via de regra, independentemente de qualquer preocupação com o meio ambiente. Que as técnicas e tecnologias adotadas em prol da qualidade da água para abastecimento, acabam prejudicadas por ações humanas impetradas tanto institucionalmente, quanto individualmente. Que o esforço de uma gestão integrada com relação ao gerenciamento de diferentes regiões de bacias hidrográficas, surtirá maior efeito positivo, quanto maior for o envolvimento da população e das instituições com os cuidados necessários à preservação e à recuperação ambiental de sua região. O presente trabalho foi desenvolvido com base em pesquisas bibliográficas, experiências práticas e discussão dos resultados obtidos. Com o avanço das pesquisas, agregaram-se as experiências práticas encontradas. Para demonstrar a hipótese apresentada, o trabalho focaliza a região metropolitana de São Paulo, aspectos principais da degradação ambiental de seus recursos hídricos, tomando o município de Santo André como caso. Discutindo a questão, mostra a importância do comportamento humano no processo de urbanização e conseqüente degradação ambiental. Mostra, ainda, que a qualidade que pode advir de uma gestão ambiental, pode decorrer de políticas públicas adequadas, como a de recursos hídricos, educação ambiental e desenvolvimento urbano. Finalmente, será abordada a importância da conscientização e participação da sociedade no processo de gestão ambiental urbana. (AU)
Assuntos
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: População Urbana / Zonas Metropolitanas / Recursos Hídricos Idioma: Português Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Congresso e conferência / Monografia
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: População Urbana / Zonas Metropolitanas / Recursos Hídricos Idioma: Português Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Congresso e conferência / Monografia
...