Your browser doesn't support javascript.
loading
Effects of health decentralization, financing and governance in Mexico
Arredondo, Armando; Orozco, Emanuel.
Afiliação
  • Arredondo, Armando; Instituto Nacional de Salud Pública. Centro de Investigación en Sistemas de Salud. Cuernavaca. México
  • Orozco, Emanuel; Instituto Nacional de Salud Pública. Centro de Investigación en Sistemas de Salud. Cuernavaca. México
Rev. saúde pública ; 40(1): 152-160, fev. 2006.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-51936
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

OBJETIVO:

Identificar os efeitos da descentralização no financiamento e na governabilidade da saúde no México, a partir da perspectiva de fornecedores e usuários.

MÉTODOS:

Estudo de desenho transversal realizado em quatro estados selecionados a partir de critérios geo-político-administrativos. Quatro indicadores foram analisados fontes de financiamento, fundos de financiamento, destino final e mecanismos de distribuição dos recursos. As técnicas de levantamento de informação estiveram baseadas em entrevistas a profundidade com informantes-chave do sistema de saúde, líderes comunitários e de ONGs, técnicas de consenso e análise de documento. As entrevistas foram transcritas e analisadas por segmentação temática.

RESULTADOS:

Os níveis de efetividade e de participação dos usuários foram diferentes para os quatro estados. Os efeitos identificados foram maior participação dos governos municipais e estatais no financiamento e na geração de serviços de saúde, aumento da participação das famílias no financiamento, maior participação comunitária nos estados mais pobres, conflitos de governabilidade gerados pela duplicação e confusão nos novos mecanismos de coordenação entre os três níveis de governo, ausência de sistema de prestação de contas, carência de recursos humanos e habilidades técnicas para programar, monitorar e avaliar mudanças no financiamento.

CONCLUSÕES:

Identificou-se, em geral, efeitos positivos e negativos da descentralização do financiamento e governabilidade na saúde. Os efeitos mencionados pelos fornecedores e usuários foram relacionados à diversificação das fontes de recursos, maior margem para decisões acerca do uso e destino final dos recursos, bem como o desenvolvimento de normas de utilização. Ao nível comunitário, as contribuições financeiras diretas foram mencionadas, assim como as voluntárias, particularmente na forma de trabalho comunitário.(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 4: Financiamento para a saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Política / Participação da Comunidade / Financiamento da Assistência à Saúde Tipo de estudo: Avaliação econômica em saúde País/Região como assunto: México Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto Instituição/País de afiliação: Instituto Nacional de Salud Pública/México
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 4: Financiamento para a saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Política / Participação da Comunidade / Financiamento da Assistência à Saúde Tipo de estudo: Avaliação econômica em saúde País/Região como assunto: México Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto Instituição/País de afiliação: Instituto Nacional de Salud Pública/México
...