Your browser doesn't support javascript.
loading
A informação esclarecedora e o consentimento esclarecido: um desafio ao Programa de Saúde da Família na garantia dos direitos do paciente / Informed consent's information and informed consent: a challenge to the Program for Family Health as regards patients' rigths assurance
Barros, Vera Lúcia; Fortes, Paulo Antonio de Carvalho.
Afiliação
  • Barros, Vera Lúcia; s.af
  • Fortes, Paulo Antonio de Carvalho; s.af
Mundo saúde (1995) ; 27(2): 280-291, 2003.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-53116
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
A pesquisa teve como objetivo identificar a visão de uma instituição (Programa de Saúde da Família) sobre direitos do paciente e correlacionar se esta visão possuía atributos referentes à informação esclarecedora, e ao consentimento esclarecido. Realizada em uma unidade do Programa Qualis - PSF, localizada na região sudeste do município de São Paulo, durante o mês de julho/99. Trata-se de estudo qualitativo e exploratório, utilizou-se entrevistas semi-estruturadas. Os sujeitos de pesquisa foram 2 médicos, 2 enfermeiros, 2 auxiliares de enfermagem, 2 agentes de saúde pertencentes a equipes de saúde da família e 8 pacientes que haviam recebido atendimento na unidade. O tratamento do material foi a Análise de Conteúdo. Pelos resultados pode-se constatar que a visão institucional sobre direitos do paciente está referenciada nos denominados direitos naturais e a percepção sobre o paciente apresenta uma visão holística. A organização dos serviços parece propiciar condições para o respeito à autonomia dos pacientes e a presença de vínculo entre profissionais da saúde e pacientes, porém não suficientes para que ocorra, de modo permanente, a informação esclarecedora e o consentimento esclarecido. Verificou-se em alguns momentos um trabalho mais intenso de persuasão para com o paciente com o objetivo de informá-lo dentro de um Padrão Subjetivo. Os Padrões de informação Profissional e da Pessoa Razoável não são empiricamente diferenciados, contrariando o encontrado na literatura nacional e internacional. O consentimento explícito dos pacientes também não foi encontrado, verificando-se, na grande maioria das vezes, o consentimento simples, implícito, manifesto pelas atitudes do paciente ou por seu silêncio, relacionado principalmente ao direito à recusa.(AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Defesa do Paciente / Participação do Paciente / Saúde da Família / Direitos do Paciente / Humanismo / Consentimento Livre e Esclarecido Idioma: Português Revista: Mundo saúde (1995) Ano de publicação: 2003 Tipo de documento: Artigo
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Defesa do Paciente / Participação do Paciente / Saúde da Família / Direitos do Paciente / Humanismo / Consentimento Livre e Esclarecido Idioma: Português Revista: Mundo saúde (1995) Ano de publicação: 2003 Tipo de documento: Artigo
...