Your browser doesn't support javascript.
loading
Formação de profissionais para o Sistema Único de Saúde e as diretrizes curriculares
Rossoni, Eloá; Lampert, Jadete.
Afiliação
  • Rossoni, Eloá; Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Brasil
  • Lampert, Jadete; Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Brasil
Bol. saúde ; 18(1): 87-98, jan.-jun. 2004.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-54839
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
O desafio atual das instituições de ensino superior é formar profissionais de saúde mais humanistas, capazes de trabalhar em equipe e voltados para integralidade da atenção à saúde, características indispensáveis para atuar em serviços do Sistema Único de Saúde - SUS. O objetivo deste estudo é comparar as diretrizes curriculares dos cursos da saúde e identificar os nós críticos na formação de profissionais para o SUS. Foram realizadas a leitura e análise das diretrizes curriculares dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Medicina, Nutrição e Odontologia e consultada a bibliografia sobre os assunto. No artigo terceiro das diretrizes curriculares, referente ao perfil do egresso formando, há consenso da necessidade da formação generalista, humanista e crítica. O nó crítico é o modelo de ensino fragmentado, medicalizado individualizado e com ênfase tecnicista. O desafio para o professor é romper com os limites da sua própria formação fragmentada e construir relações com outras áreas do conhecimento. Ao centro formador cabe oportunizar aos alunos cenários diversificados de prática na realidade local. As diretrizes curriculares, artigo 5º, apontam que os currículos devem contemplar as necessidades sociais da saúde, com ênfase no SUS. O despreparo dos recém-formados para atuarem na complexidade do Sistema de Saúde constitui-se como um dos nós críticos. Nesse sentido, o Ministério da Saúde, através do Aprender SUS e do Ver SUS, vem desenvolvendo uma proposta de aproximação da comunidade acadêmica aos cenários do SUS. A atuação conjunta dos Ministérios da Educação e Saúde, nas políticas de educação na área da saúde, poderá auxiliar na implementação de mudanças na graduação. O perfil humanista do egresso, a capacidade de atuar na integralidade da atenção à saúde e em equipe, bem como o currículo estar voltado para o SUS são aspectos contemplados em todas diretrizes curriculares. (AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Currículo / 35174 Tipo de estudo: Guia de prática clínica Idioma: Português Revista: Bol. saúde Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas Tema em saúde: Objetivo 3: Recursos humanos em saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Currículo / 35174 Tipo de estudo: Guia de prática clínica Idioma: Português Revista: Bol. saúde Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Rio Grande do Sul/Brasil
...