Your browser doesn't support javascript.
loading
Efetividade de programa de agentes comunitários na promoção da saúde bucal / Effectiveness of a community health worker program on oral health promotion
Frazão, Paulo; Marques, Débora.
Afiliação
  • Frazão, Paulo; Universidade Católica de Santos. Santos. Brasil
  • Marques, Débora; Universidade Católica de Santos. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Santos. Brasil
Rev. saúde pública ; 43(3): 463-471, maio-jun. 2009. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-60385
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

OBJETIVO:

Avaliar mudanças em conhecimentos, atitudes e acesso/utilização de serviços odontológicos decorrentes de um programa de promoção da saúde bucal com agentes comunitários de saúde.

MÉTODOS:

Um projeto de capacitação combinando ensino-aprendizagem, apoio e supervisão, foi desenvolvido entre os meses de julho de 2003 a agosto de 2004. As mudanças foram avaliadas por meio de entrevistas estruturadas em que participaram 36 agentes comunitários de saúde e uma amostra de 91 mulheres e mães, representativa de donas de casa com 25 a 39 anos de idade, alfabetizadas e residentes em domicílios de três a seis cômodos no município de Rio Grande da Serra (SP). Foram colhidos dados sobre conhecimentos de saúde-doença bucal, práticas e capacidades auto-referidas em relação ao auto-exame, higiene bucal, número de residentes e de escovas dentais individuais e coletivas em cada domicílio e acesso e uso de serviços odontológicos. Por meio do teste t de Student pareado, foram comparadas as médias dos valores obtidos antes e depois do programa para cada um dos grupos estudados. As respostas foram analisadas adotando-se um nível de significância de 5 por cento.

RESULTADOS:

Foram observadas diferenças estatisticamente significativas para questões relativas ao conhecimento de saúde bucal entre os agentes e entre as mulheres antes e depois da capacitação (p<0,05). Desequilíbrio entre o número de escovas e de indivíduos em cada família diminuiu. A freqüência da escovação e do uso do fio dental se elevou depois da atuação dos agentes. Os valores de auto-avaliação da higiene bucal aumentaram. Modificação nas práticas e capacidades auto-referidas mostrou significativa elevação da auto-confiança. O acesso ao serviço foi mais fácil (p<0,000) e seu uso mais regular (p<0,000) entre mulheres.

CONCLUSÕES:

Houve mudanças positivas na percepção em relação a aspectos de saúde bucal, na auto-confiança e no acesso e uso de serviços odontológicos. Tais mudanças podem ser um importante indicativo do papel dos agentes comunitários de saúde na promoção de saúde bucal.(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Saúde Bucal / Odontologia Comunitária / Serviços de Saúde Comunitária / Redes Comunitárias Tipo de estudo: Estudo de avaliação Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Católica de Santos/Brasil
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Saúde Bucal / Odontologia Comunitária / Serviços de Saúde Comunitária / Redes Comunitárias Tipo de estudo: Estudo de avaliação Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Católica de Santos/Brasil
...