Your browser doesn't support javascript.
loading
Utilização dos serviços de saúde pela população coberta pela Estratégia de Saúde da Família / Health service use in a population covered by the Estratégia de Saúde da Família (Family Health Strategy)
Fernandes, Léia Cristiane L; Bertoldi, Andréa D; Barros, Aluísio J D.
Afiliação
  • Fernandes, Léia Cristiane L; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. São Leopoldo. Brasil
  • Bertoldi, Andréa D; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. São Leopoldo. Brasil
  • Barros, Aluísio J D; Universidade Federal de Pelotas. Faculdade de Medicina. Departamento de Medicina Social. Pelotas. Brasil
Rev. saúde pública ; 43(4): 595-603, ago. 2009. tab, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-61063
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

OBJETIVO:

Analisar os padrões de utilização dos serviços de saúde em comunidades cobertas pela Estratégia de Saúde da Família.

MÉTODOS:

Estudo transversal de base populacional com amostra de 2.988 indivíduos, de todas as idades, residentes em áreas de abrangência da Estratégia de Saúde da Família, em Porto Alegre (RS), entre julho e setembro de 2003. Foram aplicados questionários pré-codificados a todos os moradores dos domicílios sorteados sobre informações demográficas, socioeconômicas e de saúde. Nas análises foram calculadas razões de prevalências, intervalos com 95 por cento de confiança e aplicados testes do qui-quadrado. Realizou-se regressão de Poisson na análise multivariável para possíveis fatores de confusão.

RESULTADOS:

Pessoas do sexo feminino, com 60 anos ou mais, com cor da pele branca, com menor nível socioeconômico, sem cobertura por plano de saúde e com autopercepção de saúde ruim tiveram maior probabilidade de utilizar a unidade de saúde da família local. Em relação aos usuários de outros serviços de saúde, o padrão foi semelhante para as variáveis sexo, idade e autopercepção de saúde, mas foi encontrada uma maior utilização por pessoas com maior nível socioeconômico e com cobertura por plano de saúde.

CONCLUSÕES:

A utilização da unidade de saúde da família local foi maior entre as pessoas com menor nível socioeconômico e sem cobertura por plano de saúde, indicando indivíduos mais pobres como prioritários das ações governamentais. A mudança do modelo assistencial e a implantação da Estratégia de Saúde da Família tendem a melhorar progressivamente as condições de saúde da população mais pobre, minimizando as desigualdades em saúde.(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: 11_ODS3_cobertura_universal / Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: 11_delivery_arrangements / Objetivo 1: Acesso equitativo aos serviços de saúde / Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Saúde da Família / Estudos Transversais / 36397 / Serviços de Saúde / Acesso aos Serviços de Saúde / Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência Aspecto: Pesquisa de implementação Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Pelotas/Brasil / Universidade do Vale do Rio dos Sinos/Brasil
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: 11_ODS3_cobertura_universal / Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: 11_delivery_arrangements / Objetivo 1: Acesso equitativo aos serviços de saúde / Objetivo 11 Desigualdades e iniquidades na saúde / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Saúde da Família / Estudos Transversais / 36397 / Serviços de Saúde / Acesso aos Serviços de Saúde / Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência Aspecto: Pesquisa de implementação Limite: Humanos Idioma: Português Revista: Rev. saúde pública Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Pelotas/Brasil / Universidade do Vale do Rio dos Sinos/Brasil
...