Your browser doesn't support javascript.
loading
Fatores associados ao baixo peso ao nascer em município do norte do Brasil / Factors associated with the low birth weight in municipality in northern Brazil
Maia, Raquel da Rocha Paiva; Souza, José Maria Pacheco de.
Afiliação
  • Maia, Raquel da Rocha Paiva; Universidade Federal do Acre. Rio Branco. Brasil
  • Souza, José Maria Pacheco de; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. São Paulo. Brasil
Rev. bras. crescimento desenvolv. hum ; 20(3): 735-744, set.-dez. 2010. tab
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-64094
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT

INTRODUÇÃO:

o baixo peso ao nascer (BPN) é considerado um dos mais importantes problemas de saúde pública em todo o mundo, contribuindo, substancialmente, para a morbi-mortalidade infantil.

OBJETIVOS:

estimar a proporção de baixo peso ao nascer e identificar os fatores associados.

MÉTODO:

estudo transversal onde se analisaram 3220 declarações de nascidos vivos referentes aos partos ocorridos no município de Cruzeiro do Sul, Estado do Acre, no período de 2006 e 2007, de mães residentes nesta localidade. Na análise, utilizou-se regressão linear generalizada família Poisson ligação logarítmica com variância robusta, simples e múltipla. Adotou-se nível de significância de 0,10.

RESULTADOS:

a proporção de baixo peso ao nascer foi 9,13 por cento. Os fatores associados ao baixo peso ao nascer foram prematuridade; nascimento no domicílio; sexo feminino; idades maternas entre 12 e 13 anos, 16 e 17 anos, 18 e 19 anos, 35 e mais anos; realização de 1 a 3 consultas de pré-natal, crianças não brancas, mães sem ocupação fora do lar e mães solteiras.

CONCLUSÃO:

são poucos (ou nenhum) os fatores suscetíveis de mudança ou controle com ações isoladas de saúde. Estratégias de ampla abrangência são necessárias para a redução da proporção de baixo peso ao nascer em Cruzeiro do Sul, Acre e, uma vez ocorrido baixo peso ao nascer, atenção especial deve ser proporcionada à criança(AU)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar / ODS3 - Meta 3.2 - Reduzir as mortes de recém nascidos e crianças com menos de 5 anos Tema em saúde: Objetivo 6: Sistemas de informação em saúde / Meta 3.1: Reduzir a mortalidade materna / Meta 3.2: Reduzir as mortes de recém nascidos e crianças com menos de 5 anos / Cuidados de Saúde Neonatal Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Recém-Nascido de Baixo Peso / Sistemas de Informação / Nascido Vivo Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Acre/Brasil / Universidade de São Paulo/Brasil
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: Agenda de Saúde Sustentável para as Américas / ODS3 - Saúde e Bem-Estar / ODS3 - Meta 3.2 - Reduzir as mortes de recém nascidos e crianças com menos de 5 anos Tema em saúde: Objetivo 6: Sistemas de informação em saúde / Meta 3.1: Reduzir a mortalidade materna / Meta 3.2: Reduzir as mortes de recém nascidos e crianças com menos de 5 anos / Cuidados de Saúde Neonatal Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Recém-Nascido de Baixo Peso / Sistemas de Informação / Nascido Vivo Tipo de estudo: Estudo observacional / Estudo de prevalência País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Universidade Federal do Acre/Brasil / Universidade de São Paulo/Brasil
...