Your browser doesn't support javascript.
loading
Assistência odontológica pública e suplementar no município de São Paulo na primeira década do século XXI / Private and public dental care in the city of São Paulo in the first decade of the XXI century
Manfredini, Marco Antonio; Moysés, Samuel Jorge; Noro, Luiz Roberto Augusto; Narvai, Paulo Capel.
Afiliação
  • Manfredini, Marco Antonio; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Programa de Pós-Graduação. São Paulo. Brasil
  • Moysés, Samuel Jorge; Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba. Brasil
  • Noro, Luiz Roberto Augusto; Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Departamento de Odontologia. Natal. Brasil
  • Narvai, Paulo Capel; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. São Paulo. Brasil
Saúde Soc ; 21(2): 323-335, abr.-jun. 2012. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-65266
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
Na primeira década do século XXI registra-se a ocorrência de dois movimentos importantes no âmbito da assistência odontológica pública e privada no Brasil a entrada da saúde bucal na agenda de prioridades políticas do governo federal e o vigoroso crescimento na oferta de serviços odontológicos suplementares. Analisou-se a ocorrência desses fenômenos no município de São Paulo, mediante a busca de dados nos documentos oficiais e nas bases eletrônicas da Prefeitura Municipal de São Paulo, do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), além de consulta à literatura científica. No período estudado, de janeiro de 2000 a dezembro de 2009, com base em indicadores como a Cobertura de Primeira Consulta Odontológica Programática e a Cobertura Populacional Potencial, verificaram-se percentuais que caracterizam baixa assistência pública e uma situação de grande distanciamento do princípio constitucional do acesso universal aos cuidados odontológicos. O crescimento do número de beneficiários de serviços suplementares, por meio de planos exclusivamente odontológicos e de outros planos foi expressivo em igual período, correspondendo a uma importante ampliação da cobertura populacional nesta modalidade assistencial. Constata-se que, comparativamente ao quadro geral nacional, a situação do município de São Paulo revela precariedade no acesso à assistência odontológica pública, com reduzida oferta de serviços a adultos e idosos. Considerando, ainda, as limitações do mercado de serviços suplementares para prover assistência odontológica para todos os brasileiros, reforça-se a necessidade de continuidade e expansão do Brasil Sorridente, que é a expressão programática da Política Nacional de Saúde Bucal.(AU)
Assuntos

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: 11_ODS3_cobertura_universal / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: 11_governance_arrangements / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Serviços de Saúde Bucal / Política de Saúde / Acesso aos Serviços de Saúde País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Saúde Soc Ano de publicação: 2012 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Pontifícia Universidade Católica do Paraná/Brasil / Universidade Federal do Rio Grande do Norte/Brasil / Universidade de São Paulo/Brasil

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: 11_ODS3_cobertura_universal / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: 11_governance_arrangements / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Serviços de Saúde Bucal / Política de Saúde / Acesso aos Serviços de Saúde País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Saúde Soc Ano de publicação: 2012 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Pontifícia Universidade Católica do Paraná/Brasil / Universidade Federal do Rio Grande do Norte/Brasil / Universidade de São Paulo/Brasil
...