Your browser doesn't support javascript.
loading
Fatores associados ao comportamento de risco para transtornos alimentares em adolescentes na cidade de São Paulo / Eating disorder risk behavior and associated factors in adolescents from São Paulo
São Paulo; s.n; 2013. 198 p.
Tese em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-65778
Biblioteca responsável: BR67.1
Localização: BR67.1; DR, 1129. 54413/2013. CM
ABSTRACT

Introdução:

Transtornos alimentares (TA), comportamentos de risco para TA e práticas não saudáveis para controle do peso (PNSCP) são problemas de saúde pública em adolescentes pela sua alta prevalência e consequências adversas à saúde. A identificação dos fatores associados aos comportamentos de risco para TA e PNSCP pode ajudar no planejamento de ações educativas e de prevenção para adolescentes.

Objetivo:

Identificar a prevalência de comportamentos de risco para transtornos alimentares, práticas não saudáveis para controle do peso e fatores associados em adolescentes.

Metodologia:

A amostra foi composta de 1167 adolescentes de 12 escolas técnicas da cidade de São Paulo. Foi realizada avaliação do estado nutricional calculando-se o Índice de Massa Corporal (IMC) e os adolescentes responderam questões sobre comportamentos de risco para TA, práticas não saudáveis para controle do peso, atitudes e comportamentos dos pais e amigos, influência da mídia, satisfação e percepção corporal e prática de dieta. Avaliou-se a associação destas variáveis com comportamento de risco para TA e PNSCP utilizandose o teste Qui-Quadrado, com nível de significância de 5 por cento. Foi realizada análise de regressão logística para identificar os fatores que influenciam conjuntamente o comportamento de risco para TA e as PNSCP.

Resultados:

O comportamento de risco para TA foi identificado em 12,2 por cento dos adolescentes, sendo a maioria do sexo feminino (72,5 por cento, p<0,001) e o uso de PNSCP foi prevalente em 31,9 por cento, maioria do sexo feminino (66,8 por cento, p<0,001). A prática de dieta associou-se a ambos os comportamentos nos dois sexos. Para os adolescentes do sexo masculino, a influência da mídia e mães que estimulam a fazer dieta para perda de peso foram fatores preditivos para a adoção de práticas não saudáveis para controle do peso. Entre as adolescentes do sexo feminino, a satisfação corporal foi fator protetor para a adoção de ambos os comportamentos e a leitura de revistas foi preditiva para práticas não saudáveis para controle do peso.

Conclusões:

Foi encontrada prevalência elevada de práticas não saudáveis para controle do peso e moderada de comportamentos de risco para TA. As práticas não saudáveis para controle do peso foram quase três vezes mais prevalentes e evidenciou-se que estas práticas aumentam o risco de desenvolver comportamentos mais graves(AU)
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos / Avaliação Nutricional / Inquéritos sobre Dietas / Estado Nutricional / Ingestão de Alimentos / Comportamento Alimentar Limite: Adolescente Idioma: Português Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Tese
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Transtornos da Alimentação e da Ingestão de Alimentos / Avaliação Nutricional / Inquéritos sobre Dietas / Estado Nutricional / Ingestão de Alimentos / Comportamento Alimentar Limite: Adolescente Idioma: Português Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Tese
...