Your browser doesn't support javascript.
loading
Repensando o acesso ao cuidado na Estratégia Saúde da Família / Rethinking the access to healthcare in the Family Health Strategy
Tesser, Charles Dalcanale; Norman, Armando Henrique.
Afiliação
  • Tesser, Charles Dalcanale; Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Departamento de Saúde Pública. Florianópolis. Brasil
  • Norman, Armando Henrique; s.af
Saúde Soc ; 23(3): 869-883, Jul-Sep/2014.
Artigo em Português | CidSaúde - Cidades saudáveis | ID: cid-66859
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR67.1
ABSTRACT
Este artigo apresenta hipóteses interpretativas sobre a ausência de regulamentação institucional do acesso û caracterizado por certo desvio e/ou subvalorização do mesmo û na atenção primária à saúde (APS) brasileira, especialmente na Estratégia Saúde da Família (ESF), no seu aspecto de prover acesso rápido ao cuidado clínico longitudinal aos adoecidos e ou demandantes. As hipóteses para esse problema foram contextualizadas em dois eixos nas normativas do SUS e nas discussões presentes na área da saúde coletiva. No primeiro eixo apresenta-se uma discussão envolvendo a influência histórico-cultural norte-americana na saúde pública brasileira, a visão focalizada de APS como ôcesta básicaö de serviços, a priorização da promoção/prevenção nas diretrizes institucionais, o acolhimento (única diretriz estimuladora do acesso fácil na ESF/APS) e o dimensionamento da proporção usuários/equipes da ESF, o que fundamenta a defesa da expansão dessas equipes e o seu redimensionamento. No segundo eixo faz-se uma discussão crítica envolvendo o relativo isolamento brasileiro da experiência dos países desenvolvidos com APS forte, a influência da crítica das relações entre a biomedicina e o capitalismo, a ênfase na promoção e prevenção como objetivos prioritários de trabalho nas equipes da ESF/APS, o distanciamento do meio acadêmico das realidades dos serviços da ESF e a estratificação social que fomenta o uso subsidiado do sistema privado pelas camadas médias e elites brasileiras. Por fim, se propõe a revalorização do acesso fácil ao cuidado com longitudinalidade como fundamental para concretizar as quatro lógicas que devem convergir nas práticas da APS/ESF ético-política, antropológica, epidemiológica e de determinação social da saúde-doença.(AU)
Assuntos


Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: 11_ODS3_cobertura_universal / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: 11_governance_arrangements / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Atenção Primária à Saúde / Sistema Único de Saúde / Saúde Pública / Saúde da Família / 36397 / Acesso aos Serviços de Saúde Tipo de estudo: Guia de prática clínica Idioma: Português Revista: Saúde Soc Ano de publicação: 2014 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Catarina/Brasil

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados temática Contexto em Saúde: 11_ODS3_cobertura_universal / ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: 11_governance_arrangements / Meta 3.8 Atingir a cobertura universal de saúde Base de dados: CidSaúde - Cidades saudáveis Assunto principal: Atenção Primária à Saúde / Sistema Único de Saúde / Saúde Pública / Saúde da Família / 36397 / Acesso aos Serviços de Saúde Tipo de estudo: Guia de prática clínica Idioma: Português Revista: Saúde Soc Ano de publicação: 2014 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Catarina/Brasil
...