Your browser doesn't support javascript.
Seroepidemiology of Toxoplasma gondii infection in the City of Novo Repartimento, Pará State, Brazil/Soroepidemiologia da infecção pelo Toxoplasma gondii no Município de Novo Repartimento, Estado do Pará, Brasil: por
Rev Pan-Amaz Saude ; 7(4): 79-87, 2016. ilus, tab
Artigo em Português | IEC | ID: iec-16210
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: PCIEC2016 / BR275.1
RESUMO
Toxoplasmose é uma infecção zoonótica causada pelo Toxoplasma gondii, um protozoário de ocorrência mundial que pode infectar aves e mamíferos, incluindo humanos. A soroprevalência da infecção varia de acordo com a região, sendo considerada alta no Brasil. No Estado do Pará, a maioria dos estudos está restrita à área urbana da Cidade de Belém, onde os índices são superiores a 70%. Os objetivos do presente estudo foram estimar a soroprevalência em uma área rural do Estado e identificar os fatores de risco associados à infecção. Estudo descritivo e transversal foi conduzido na população do Município de Novo Repartimento, sudeste do Pará. Foram incluídos no estudo 427 indivíduos randomicamente escolhidos na demanda do laboratório de análises clínicas do Município. As amostras de soro foram analisadas por reação de imunofluorescência indireta para detecção de IgG e IgM anti-T. gondii. De cada indivíduo, foram obtidas informações sociodemográficas e epidemiológicas para avaliar as variáveis em relação à soropositividade. A soroprevalência observada para IgG foi de 81,26% e 0,70% para IgM. As variáveis estatisticamente associadas com a infecção pelo T. gondii foram o contato com gatos fora do domicílio e o consumo de carne de animais silvestres (caça). Os dados obtidos demonstram a alta soroprevalência de toxoplasmose em uma área rural do Estado do Pará, onde características associadas com hábitos alimentares e comportamentais da população local favorecem o desenvolvimento e a transmissão do T. gondii
ABSTRACT
Toxoplasmosis is a zoonotic infection caused by Toxoplasma gondii, a global protozoan that can infect birds and mammals, including humans. The seroprevalence of the infection varies according to the region, and is considered high in Brazil. In Pará State, most of the studies on T. gondii have been restricted to urban areas of the City of Belém, where infection rates are higher than 70%. Therefore, the objectives of this study were to estimate the seroprevalence in a rural area of the State and to identify the risk factors associated with this infection. A descriptive and cross-sectional study was conducted in the population of the Municipality of Novo Repartimento, southeastern Pará. A total of 427 randomly selected individuals were included in the study from the clinical analysis laboratory of the Municipality. Serum samples were analyzed by indirect immunofluorescence test to detect IgG and IgM against T. gondii. Socio-demographic and epidemiological information was obtained from each individual to evaluate the variables in relation to the seropositivity. The seroprevalence observed for IgG was 81.26% and 0.70% for IgM. Variables statistically associated with T. gondii infection included contact with cats outside residence and consumption of bushmeat (hunting). The data demonstrate high prevalence of toxoplasmosis in a rural area of Pará, where characteristics associated with eating and behavioral habits of the local population favor the infection and transmission of T. gondii
RESUMEN
Toxoplasmosis es una infección zoonótica causada por el Toxoplasma gondii, un protozoario que ocurre mundialmente y puede infectar aves y mamíferos, incluyendo a humanos. La seroprevalencia de la infección varía de acuerdo a la región, siendo considerada elevada en Brasil. En el Estado de Pará, la mayoría de los estudios se restringe al área urbana de la Ciudad de Belém, en donde los índices son superiores al 70%. Los objetivos del presente estudio fueron de estimar la seroprevalencia en un área rural del estado e identificar los factores de riesgo asociados a la infección. Un estudio descriptivo y transversal se llevó a cabo en la población del Municipio de Novo Repartimento, sudeste de Pará. Se incluyeron en el estudio 427 individuos elegidos de modo aleatorio en la demanda del laboratorio de análisis clínicos del Municipio. Las muestras de suero se analizaron por reacción de inmunofluorescencia indirecta para la detección de IgG e IgM anti-T. gondii. De cada individuo se obtuvieron informaciones sociodemográficas y epidemiológicas, para evaluar las variables en relación a la seropositividad. La seroprevalencia observada para IgG fue de 81,26% y 0,70% para IgM. Las variables estadísticamente asociadas a la infección por T. gondii fueron el contacto con gatos fuera del domicilio y el consumo de carne de animales silvestres (caza). Los datos obtenidos demuestran la elevada seroprevalencia de toxoplasmosis en un área rural del Estado de Pará, en la cual, características asociadas a hábitos alimentares y comportamentales de la población local favorecen el desarrollo y la transmisión de T. gondii
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados nacionais Base de dados: IEC Assunto principal: Toxoplasma / Brasil / Imunoglobulina G / Imunoglobulina M / Estudos Soroepidemiológicos / Toxoplasmose / Epidemiologia Descritiva / Fatores de Risco / Ecossistema Amazônico / Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo Aspecto clínico: Diagnóstico / Etiologia País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev Pan-Amaz Saude Ano de publicação: 2016 Tipo de documento: Artigo Instituição/País de afiliação: Laboratório BIOLAB/BR / Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Inst/BR / Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Instituto Evandro Chagas/BR / Universidade Estadual de Feira de Santana/BR / Universidade do Estado do Pará/BR