Your browser doesn't support javascript.
loading
Caracterização e implicações fisiológicas das interações da proteína prion celular com o seu receptor de 60-66 kDa e com a laminina / Caracterization and physiological implications of the cellular prion protein interactions with its 60-66 kDa receptor and with laminin
São Paulo; s.n; 2000. 119 p. ilus, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-265914
Biblioteca responsável: BR40.1
Localização: BR40.1; 574.19245
RESUMO
Prions são definidos como partículas protéicas infecciosas compostas, quase que exclusivamente, por uma proteína conhecida como prion scrapie (PrPsc). O envolvimento dessas partículas na etiologia de doenças neurodegenerativas, tanto em homens como em animais, já está bem determinado. Acredita-se que o PrPsc seja sintetizado através de modificações pós-traducionais que ocorreriam na isoforma celular da proteína prion (PrPc), uma glicoproteína expressa constitutivamente na superfície de vários tipos celulares, principalmente de neurônios, ancorada na membrana plasmática por glicosil-fosfatidil inositol (GPI). Apesar de ser uma molécula conservada em várias espécies, a função de PrPc ainda permanece desconhecida. Interessados nos possíveis papéis fisiológicos desempenhados pelo PrPc, decidimos investigar certas interações que o PrPc poderia realizar com outras moléculas, na tentativa de se encontrar pistas sobre a função dessa proteína em células normais...
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Príons / Proteínas Recombinantes / Laminina / Neuritos / Doenças Neurodegenerativas Idioma: Português Ano de publicação: 2000 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Príons / Proteínas Recombinantes / Laminina / Neuritos / Doenças Neurodegenerativas Idioma: Português Ano de publicação: 2000 Tipo de documento: Tese
...