Your browser doesn't support javascript.
loading
Análise quantitativa do eletroencefalograma de pacientes com descargas epileptiformes rolândicas / EEG quantitative analysis in patients with rolandic epileptiform discharges
São Paulo; s.n; 1998. 117 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-272148
Biblioteca responsável: BR1.2
Localização: BR1.2; 3573
RESUMO
A importância da localização e morfologia das descargas epileptoformes interictais no EEG de pacientes com crises epilépticas é amplamente reconhecida. As descargas rolândicas (DR) têm sido associadas com a epilepsia rolândica benigna da infância (ERBI), uma forma de epilepsia comum em crianças, com quadro clínico bem definido, caráter familiar, ausência de lesão neurológica e bom prognóstico. O EEG desses pacientes apresenta, na análise visual, atividade elétrica cerebral de base normal. As DR, no entanto, podem ocorrer em outras situações clínicas. A evolução recente dos equipamentos de EEG permitiu a análise quantitativa tanto da atividade cerebral de base como das descargas epileptiformes. Estudos usando a promedicação das descargas mostram que as DR apresentam características como a ocorrência de dipolo tangencial e de "dupla espícula", que podem ter relação com o prognóstico e o quadro e o quadro clínico. Estudamops os EEG sw 24 crianças com DR quanto à comparação das descargas individuais com a premediada, local;ização do máximo de negatividade, ocorrência de dipolo tangencial e "dupla espícula"e associação com o quadro clínico. Concluímos que a ativiadade elétrica cerebral de base apresenta diferenças significantes do grupo normal, com diferenças segundo a faixa etária, sem influência de lesão neurológica e uso de medicação; as DR individuais podem apresenatr dipolo tangencial em até 20(por cento) e "dupla espícula"em até 45(por cento) sem que isto ocorra na descarga promediada; a localização preferencial é central, sendo a temporal a mais freqüente nas DR com dipolo tangencial; houve ocorrência de dipolo tangencial em 76,92(por cento) e de "dupla espícula" em 53,8(por cento) dos pacientes com ERBI típica; não houve associação entre a ocorrência de dipolo tangencial e "dupla espícula" e a lesão neurológica
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Mapeamento Encefálico / Epilepsia Rolândica / Eletroencefalografia Idioma: Português Ano de publicação: 1998 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Mapeamento Encefálico / Epilepsia Rolândica / Eletroencefalografia Idioma: Português Ano de publicação: 1998 Tipo de documento: Tese
...