Your browser doesn't support javascript.
loading
Análise molecular de genes candidatos para hipertensäo essencial / Molecular analysis of candidate genes for essential hypertension
Säo Paulo; s.n; 1999. 51 p. tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-272352
Biblioteca responsável: BR1.2
Localização: BR1.2; 5385
RESUMO
A hipertensão essencial é uma das doenças cardiovasculares mais comuns, afetando 15 por cento a 20 por cento da população. É um importante fator de risco para as doenças cardíaca e renal, isquemia miocárdica e acidente vascular carebral. A hipertensão essencial é transmitida hereditariamente de forma complexa, sendo resultado da interação entre componentes genéticos e ambientais. Muitos genes candidatos foram identificados por contribuírem para a susceptibilidade à hipertensão em estudos clínicos. Alguns sistemas importantes, tais como o sistema renina-angiotensina e o sistema simpático, parecem desempenhar um papel importante nos mecanismos de controle da pressão arterial e no balanço de sódio, tomando seus componentes em genes candidatos de grande interesse. Nesse estudo, investigamos dois genes candidatos o gene da a-aducina (uma proteína da membrana celular relacionada a um fenótipo de sal-sensibilidade) e o receptor adrenérgico a2C2 (um mediador dos efeitos da epinefrina e da norepinefrina). Também foi estudada uma região no cromossomo 17 humano equivalente a uma área identificada em ratos espontaneamente hipertensos que contém um QTL (trato do locus quantitativo) da pressão arterial. A aducina é uma proteína da membrana celular que afeta a estrutura do citoesqueleto pela regulação da interação actina/espectrina, com papel importante na atividade da bomba Na+ - K+. Em células tubulares renais em cultura, mutações no gene da aducina parecem aumentar o transporte de íons nos túbulos renais. Alguns autores descreveram uma associação positiva entre polimorfismos do gene da a-aducina e os níveis de pressão arterial. Evidência de "linkage" genética entre a mutação Gly46OTrp do gene da (a-aducina e hipertensão foi demonstrada em famílias francesas e italianas, mas não em famílias japonesas. Investigamos a associação entre essa mutação e a hipertensão essencial em famílias americanas de ascendência caucasiana e africana. Nenhuma evidência de "linkage" genética foi observada entre essa variante e a hipertensão essencial. Os receptores adrenérgicos a2B desempenham um papel importante no sistema nervoso central por mediarem os efeitos da epinefrina e da norepinefrina. Rastreamos esse sub-tipo de receptores com o objetivo de identificar variantes genéticas em famílias de americanos de ascendência caucasiana e africana. Identificamos 2 variantes principais do receptor. Essas variantes diferem pela presença de 9 ou 12 resíduos de ácidos ...(au)
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Genética Populacional / Hipertensão / Ligação Genética Idioma: Português Ano de publicação: 1999 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Genética Populacional / Hipertensão / Ligação Genética Idioma: Português Ano de publicação: 1999 Tipo de documento: Tese
...