Your browser doesn't support javascript.
loading
Efeito do jejum prolongado na etapa de iniciaçäo em um modelo de hepatocarcinogênese química em ratos / Effect prolonged fasting during the initiation stage of the chemical hepatocarcinogenesis role in rats
Botucatu; s.n; 1990. 172 p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-302746
Biblioteca responsável: BR33.1
Localização: BR33.1; T 2002
RESUMO
Este trabalho teve como objetivo averiguar o efeito do jejum prolongado (48 horas) sobre a etapa de iniciaçäo na hepatocarcinogênese química em ratos. Para avaliar este efeito foram quantificados focos de hepatócitos pré-neoplásicos oito semanas após o jejum de 48 horas e iniciaçäo com dietilnitrosamina (DEN, 200 mg/kg i.p.) seguido de hepatectomia parcial na terceira semana do experimento (Modelo de ITO). Os focos foram estudados em cortes histológicos, corados pela hematoxilina-eosina ou imunohistoquímica pelo método da Avidina-Biotina-Peroxidase para a enzima Glutation-S-Transferase, forma placentária. De acordo com o jejum e a administraçäo de fenobarbital a 0,05 por cento na dieta a partir da segunda semana do experimento, os animais foram divididos em quatro grupos experimentais G1 sem jejum e sem fenobarbital, G2 com jejum e sem fenobarbital, G3 sem jejum e com fenobarbital, G4 com jejum e com fenobarbital. Antecedendo a etapa principal do experimento estudou-se o efeito do jejum sobre o peso corpóreo dos animais, peso do fígado, reservas glicogênicas do fígado, atividade "in vivo" do sistema detoxificador hepático e hepatotoxicidade da DEN. Em todas as etapas foram utilizados ratos Wistar adultos jovens. Nas condiçöes dos experimentos desenvolvidos pode-se concluir que a) o jejum de 48 horas leva à intensa perda de peso corpóreo e pesos absoluto e relativo do fígado. b) o jejum de 48 horas leva à depleçäo total das reservas glicogênicas hepáticas, como detectado pela coloraçäo de PAS. c) o jejum de 48 horas estimula o sistema hepático microssomal detoxificador de substâncias químicas, como demonstrado pela tendência à diminuiçäo do tempo de paralisia das patas traseiras induzida pela Zoxazolamina. d) o jejum de 48 horas aumenta o poder citotóxico da dietilnitrosamina, como observado pela maior necrose centro-lobular hepática nos animais submetidos à privaçäo alimentar que receberam esta droga i.p. (200 mg/kg). e) o jejum de 48 horas induz a um aumento do número de focos GST-P positivos, eosinofílicos e de células claras, traduzindo um aumento do poder de iniciaçäo da DEN nas condiçöes de privaçäo alimentar. f) o jejum de 48 horas tende a aumentar a área dos focos pré-neoplásicos, traduzindo um efeito residual e tardio do incremento da necrose ocorrida na iniciaçäo pela DEN. g) na dose de 0,05 por cento utilizada na dieta, o fenobarbital mascarou os efeitos do jejum sobre o número de focos pré-neoplásicos.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Jejum / Dietilnitrosamina / Neoplasias Hepáticas Experimentais Limite: Animais Idioma: Português Ano de publicação: 1990 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Jejum / Dietilnitrosamina / Neoplasias Hepáticas Experimentais Limite: Animais Idioma: Português Ano de publicação: 1990 Tipo de documento: Tese
...