Your browser doesn't support javascript.
loading
Estudo da função hepática de ratos espontaneamente hipertensos submetidos a diferentes pressões de pneumoperitônio com CO2 / Study of the hepatic function in spontaneously hipertensive rats submitted to different pressures of the CO2 pneumoperitoneum
Chida, Valéria Vieira; Moreira, Márcia Bento; Leme, Luís Fernando Paes; Fagundes, Djalma José; Ramalho, Carlos Eduardo Benetti; Novo, Neil Ferreira; Montero, Edna Frasson de Souza.
Afiliação
  • Chida, Valéria Vieira; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. São Paulo. BR
  • Moreira, Márcia Bento; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. São Paulo. BR
  • Leme, Luís Fernando Paes; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. São Paulo. BR
  • Fagundes, Djalma José; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. São Paulo. BR
  • Ramalho, Carlos Eduardo Benetti; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. São Paulo. BR
  • Novo, Neil Ferreira; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. Departamento de Medicina Preventiva. São Paulo. BR
  • Montero, Edna Frasson de Souza; Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Medicina. São Paulo. BR
Acta cir. bras ; 18(1): 51-58, jan.-fev. 2003. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-328992
Biblioteca responsável: BR1.2
RESUMO

OBJETIVOS:

Avaliar a função hepática de ratos hipertensos submetidos a baixa ou alta pressão de pneumoperitônio.

MÉTODOS:

Foram utilizados 60 ratos, distribuídos em dois grupos (n= 30), de acordo com a pressão de pneumoperitônio de 4 e 10mmHg, sendo 15 animais da linhagem EPM-1 Wistar e 15 animais da linhagem SHR. Logo após a pesagem, os animais foram submetidos à anestesia com cetamina e xilazina intramuscular e, em seguida, submetidos a pneumoperitônio, durante 1 hora e desinsuflação por mais 1 hora. Foram coletadas amostras sangüíneas logo após a realização do cateterismo da artéria femoral esquerda, após uma hora de insuflação, assim como, depois de uma hora de desinsuflação. Estas amostras foram encaminhadas para a avaliação das enzimas hepáticas (AST, ALT, DHL) e bilirrubinas (total, direta e indireta). O nível de significância estatístico foi estabelecido em 5 por cento.

RESULTADOS:

Com pneumoperitônio de 4mmHg a AST e ALT apresentaram níveis iniciais menores do que após insuflação e desinsuflação enquanto a DHL, a BT e a BD não se alteraram; em ambas as linhagens. Na pressão de 10mmHg a AST e a DHL não se alteraram nos ratos normotensos e aumentaram nos hipertensos, a BD não se alterou, a ALT e a BT aumentaram para ambas as linhagens.

CONCLUSÃO:

A função hepática mostrou-se alterada e a medida do tempo após a desinsuflação foi curta para evidenciar uma eventual reversão dessas alterações, tanto nos animais hipertensos, como em animais hígidos.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Pneumoperitônio Artificial / Ratos Endogâmicos SHR / Dióxido de Carbono / Rim Limite: Animais Idioma: Português Revista: Acta cir. bras Assunto da revista: CIRURGIA GERAL Ano de publicação: 2003 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Pneumoperitônio Artificial / Ratos Endogâmicos SHR / Dióxido de Carbono / Rim Limite: Animais Idioma: Português Revista: Acta cir. bras Assunto da revista: CIRURGIA GERAL Ano de publicação: 2003 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de São Paulo/BR
...