Your browser doesn't support javascript.
loading
Espessura endometrial como fator orientador do tratamento clínico da gravidez tubária íntegra / Endometrial thickness as an orienting factor for the clinical treatment of unruptured tubal pregnancy
Soares, Roberto da Costa; Elito Junior, Júlio; Han, Kyung Koo; Camano, Luiz.
Afiliação
  • Soares, Roberto da Costa; Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Obstetrícia. São Paulo. BR
  • Elito Junior, Júlio; Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Obstetrícia. São Paulo. BR
  • Han, Kyung Koo; Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Obstetrícia. São Paulo. BR
  • Camano, Luiz; Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Obstetrícia. São Paulo. BR
Rev. bras. ginecol. obstet ; 24(5): 309-313, jun. 2002. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-331536
Biblioteca responsável: BR26.1
RESUMO

Objetivos:

avaliar a contribuição da medida da espessura endometrial como fator orientador do tratamento clínico da gravidez tubária íntegra.

Métodos:

estudo observacional longitudinal, no qual se avaliou a maior medida da espessura endometrial em milímetros, no eixo longitudinal uterino, por meio da ultra-sonografia transvaginal, parâmetro que foi correlacionado com a evolução dos casos. Foram incluídas no estudo 181 pacientes que respeitaram os critérios de utilização para o tratamento clínico (expectante ou medicamentoso com metotrexato). Por meio do teste t de Student avaliamos a diferença entre a média da espessura endometrial dos casos que evoluíram com sucesso da terapêutica e a dos casos com fracasso do tratamento.

Resultados:

a média dos valores da espessura endometrial das pacientes que evoluíram com sucesso do tratamento medicamentoso (31 casos) foi 6,4 mm, ao passo que a média entre as que evoluíram com falha do tratamento foi de foi 11,5 mm. A diferença entre os valores foi significante. Já a média da espessura do grupo com sucesso da conduta expectante (128 casos) foi 9,0 mm, ao passo que a média entre as pacientes para as quais houve fracasso foi 9,6 mm. A análise estatística destes valores mostra que näo há diferença significante.

Conclusões:

a maior medida da espessura endometrial no eixo longitudinal uterino por meio da ultra-sonografia transvaginal mostrou validade como novo fator orientador do tratamento medicamentoso nas pacientes com diagnóstico de gravidez tubária íntegra, podendo se tornar ferramenta útil e auxiliar na indicação do uso do metotrexato. No entanto, a espessura não mostrou validade como fator orientador do estabelecimento da conduta expectante
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Gravidez Ectópica Limite: Feminino / Humanos / Gravidez Idioma: Português Revista: Rev. bras. ginecol. obstet Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Gravidez Ectópica Limite: Feminino / Humanos / Gravidez Idioma: Português Revista: Rev. bras. ginecol. obstet Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de São Paulo/BR
...