Your browser doesn't support javascript.
loading
Duração da amamentação após a introdução de outro leite: seguimento de coorte de crianças nascidas em um hospital universitário em São Paulo / Duraction of breastfeeding after the introduction of a cohort follow-up of children born in a university hospital in Säo Paulo
Bueno, Milena Baptista; Souza, José Maria Pacheco; Paz, Suzana Maria Rebêlo Sampaio da; Souza, Sonia Buongermino de; Cheung, Priscila Po Yee; Augusto, Rosangela Aparecida.
Afiliação
  • Bueno, Milena Baptista; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Nutriçäo. BR
  • Souza, José Maria Pacheco; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia. BR
  • Paz, Suzana Maria Rebêlo Sampaio da; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Nutriçäo. BR
  • Souza, Sonia Buongermino de; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Nutriçäo. BR
  • Cheung, Priscila Po Yee; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia. BR
  • Augusto, Rosangela Aparecida; Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia. BR
Rev. bras. epidemiol ; 5(2): 145-152, ago. 2002.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-333940
Biblioteca responsável: BR67.1
RESUMO
O objetivo deste trabalho foi estudar a duraçäo do aleitamento materno após a introduçäo de outro leite na aleitamento infantil. Foi analisada uma coorte de 450 crianças selecionadas no hospital universitário de Säo Paulo na ocasiäo do parto, entre 1998 e 1999. Informaçöes diárias sobre a alimentaçäo da criança foram obtidas a partir de registro feito pela mäe. Para análise dos dados foi utilizada a técnica de análise de sobrevida, atuarial e Kaplan-Meier, e o modelo de Cox. Cinquenta e quatro crianças (12,0 por cento) näo chegaram a receber leite näo materno durante o tempo de observaçäo, 193 (43,0 por cento) tiveram a introduçäo de outro leite até sessenta dias de idade (grupo 1), 151 (33,5 por cento) receberam leite näo materno pela primeira vez entre sessenta e um e cento e oitenta dias (grupo 2) e 52 (11,5 por cento) passaram a receber leite näo materno depois de centro e oitenta dias (grupo 3). Os tempos medianos de duraçäo da amamentaçäo para os três grupos, após a introduçäo do leite, näo materno, foram, respectivamente, 76, 120 e 176 dias. Tomando como categoria basal o primeiro grupo, a razäo de hazards do segundo grupo foi 0,73 (IC 0,57-0,94) e a do terceiro foi 0,43 (IC 0,26-0,72). Concluiu-se que quanto mais tarde é introduzido o outro leite, por mais tempo a mäe tende a amamentar, e as mäes que desejam prolongar a amamentaçäo retardam a introduçäo de outro leite e, após a introduçäo, mantêm pelo maior tempo possível a concomitância do outro leite com o leite materno
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Desmame / Aleitamento Materno / Efeito de Coortes / Substitutos do Leite Humano Limite: Criança / Criança, pré-escolar / Humanos / Lactente / Recém-Nascido Idioma: Português Revista: Rev. bras. epidemiol Assunto da revista: Epidemiologia / Saúde Pública Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Desmame / Aleitamento Materno / Efeito de Coortes / Substitutos do Leite Humano Limite: Criança / Criança, pré-escolar / Humanos / Lactente / Recém-Nascido Idioma: Português Revista: Rev. bras. epidemiol Assunto da revista: Epidemiologia / Saúde Pública Ano de publicação: 2002 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR
...