Your browser doesn't support javascript.
loading
Características morfológicas angiográficas na atresia pulmonar com septo interventricular íntegro / Angiographic morphologic characteristics in pulmonary atresia with intact ventricular septum
Santos, Marco Aurélio; Azevedo, Vitor Manuel Pereira.
Afiliação
  • Santos, Marco Aurélio; Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras. Rio de Janeiro. BR
  • Azevedo, Vitor Manuel Pereira; Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras. Rio de Janeiro. BR
Arq. bras. cardiol ; 82(5): 413-425, maio 2004. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS | ID: lil-360033
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO

OBJETIVO:

Determinar as alterações morfofuncionais do ventrículo direito na atresia pulmonar com septo íntegro (APSI) para uma avaliação de candidatos aos diversos procedimentos terapêuticos atualmente disponíveis.

MÉTODOS:

Submetidos ao estudo cineangiocardiográfico utilizando-se projeções axiais, 31 pacientes com idades variando de 1 a 50 dias (x=9,6), sendo que 28 foram estudados no 1º mês de vida. Na análise estatística foram empregados o X² e calculado o intervalo de confiança de 95 por cento (IC95), o teste de Kruskal-Wallis para a média e desvio padrão e a regressão múltipla. Considerado significativo quando alfa < 0,05.

RESULTADOS:

Os pacientes foram divididos em 3 grupos de acordo com a morfologia angiográfica do ventrículo direito (VD) grupo A - VD tripartide (n=16); grupo B - VD bipartide (n=9) e grupo C - VD unipartide (n=6). O diâmetro da válvula tricúspide foi de 10,28 ± 2,67 mm (A); 7,82 ± 3,41 (B) e 5,27 ± 0,57 (C) (p=0,0005). A atresia pulmonar foi da válvula em todos do grupo A e infundibular em todos do grupo C (p<0,0001). As conexões coronário-cavitárias foram infreqüentes (2/16) no grupo A e em todos do grupo C (p=0,0006), com opacificação retrógrada da aorta (fluxo do VD para a aorta) em 2 pacientes do grupo A e em todos os do grupo C (p=0,0003). Em 3 pacientes (2 do grupo C e 1 do grupo A) observou-se circulação coronariana VD dependente. A regurgitação tricúspide moderada/grave isolada teve tendência de ser mais freqüente no grupo A (p=0,0525). O ângulo que o ductus arteriosus faz com a aorta descendente foi 104,06 ± 8,98 no grupo A; 79,17 ± 33,08 no grupo B e 39,0 ± 6,52 no grupo C (p=0,0016). A correlação entre o diâmetro da válvula tricúspide e o ângulo entre o ductus arteriosus com a aorta descendente foi 0,6568 (p=0,0002).

CONCLUSAO:

Em função da heterogeneidade da morfologia do VD nos pacientes com atresia pulmonar com septo íntegro, torna-se necessário o conhecimento de todas essas informações na seleção de candidatos aos diversos procedimentos terapêuticos.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Função Ventricular Direita / Angiografia Coronária / Atresia Pulmonar Limite: Feminino / Humanos / Lactente / Masculino / Recém-Nascido / Gravidez Idioma: Inglês / Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Função Ventricular Direita / Angiografia Coronária / Atresia Pulmonar Limite: Feminino / Humanos / Lactente / Masculino / Recém-Nascido / Gravidez Idioma: Inglês / Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras/BR
...