Your browser doesn't support javascript.
loading
Proteinograma sérico de bezerras sadias, da raça holandesa, no primeiro mês pós-nascimento / Protein profile of healthy female Holstein calves during the first month after birth
Leal, Marta Lizandra do Rêgo; Benesi, Fernando José; Lisbôa, Júlio Augusto Naylor; Coelho, Clarisse Simões; Mirandola, Regina Mieko Sakata.
Afiliação
  • Leal, Marta Lizandra do Rêgo; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Departamento de Clínica Médica. São Paulo. BR
  • Benesi, Fernando José; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Departamento de Clínica Médica. São Paulo. BR
  • Lisbôa, Júlio Augusto Naylor; Universidade Estadual de Londrina. Departamento de Clínicas Veterinárias. Londrina. BR
  • Coelho, Clarisse Simões; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Departamento de Clínica Médica. São Paulo. BR
  • Mirandola, Regina Mieko Sakata; Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Departamento de Clínica Médica. São Paulo. BR
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 40(2): 138-145, 2003. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-360229
Biblioteca responsável: BR68.1
RESUMO
Com a finalidade de estabelecer valores de referência do proteinograma sérico e avaliar o efeito do fator etário, estudaram-se amostras de soro sangüíneo de 300 bezerras sadias, da raça Holandesa, no primeiro mês pós-nascimento, distribuídas por 15 grupos etários. O teor sérico de proteína total foi mínimo nos animais com até oito horas de idade, aumentando progressivamente até o 4º dia, quando alcançou o valor máximo seguindo, então, com pequenas oscilações até o 30º dia. Os teores de albumina sérica apresentaram pequenas elevações a partir das 24 horas de vida, sendo o aumento significativo após 13 a 15 dias e mantendo-se até os 30 dias de idade, quando registrou-se o valor máximo. As taxas séricas de alfaglobulina não demonstraram variações significativas entre os grupos etários. Os teores de betaglobulina sérica aumentaram progressivamente até sete a nove dias pós-nascimento, quando alcançaram um valor máximo, sendo este seguido por pequenas variações até o final das observações. A concentração sérica de gamaglobulina que foi mínima até oito horas de idade, evoluiu com aumentos significativos até dois dias de idade, quando atingiu um valor máximo, tendo estabilidade dos valores até o 11º dia de idade e, na seqüência, apresentou queda progressiva das taxas até os 30 dias. A relação albuminaglobulina evidenciou um valor máximo nos animais com até oito horas de idade, seguido por queda significativa até os dois dias pós-nascimento, quando passou a apresentar valores relativamente estáveis mantidos até os 15 dias de idade, demonstrando então tendência a aumentos até o final do período de estudo. Todos os componentes do proteinograma, com exceção da fração alfaglobulina, apresentaram variações influenciadas pela idade
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Recém-Nascido / Bovinos / Proteínas Sanguíneas Limite: Animais Idioma: Português Revista: Braz. j. vet. res. anim. sci Assunto da revista: Medicina Veterinária Ano de publicação: 2003 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Londrina/BR / Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Recém-Nascido / Bovinos / Proteínas Sanguíneas Limite: Animais Idioma: Português Revista: Braz. j. vet. res. anim. sci Assunto da revista: Medicina Veterinária Ano de publicação: 2003 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Londrina/BR / Universidade de São Paulo/BR
...