Your browser doesn't support javascript.
loading
Correlação do fenótipo de resistência do Trypanosoma cruzi a drogas com o mecanismo de escape à ação antimicrobiana do IFN-y em fibroblastos humanos / Correlation of phenotype of resistance of the Trypanosoma cruzi the drugs with the mechanism of escape to the antimicrobial action of the IFN-y in human fibroblastos
Belo Horizonte; s.n; 2005. 82 p. ilus, mapas, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-420853
Biblioteca responsável: BR526.1
Localização: BR526.1 / BR1719.1; TE, F381c, 2005
RESUMO
Os maiores problemas da quimioterapia da doença de Chagas são a baixa eficácia e alta do nifurtimox e benzonidazol (BZ) sua toxicidade e a existência de cepas naturalmente resistentes. Neste trabalho investigamos se o fenótipo de resistência a drogas de populações de Trypanosoma cruzi poderia estar relacionado com a inibição da resposta mediada pelo Interferon-gamma (IFN-γ), a principal citocina envolvida nas respostas imunológicas contra infecções virais e parasitárias. Em fibroblastos humanos, o efeito antimicrobiano exercido pelo IFNγ é a degradação do aminoácido essencial triptofano através da indução da indoleamina-2,3dioxigenase (IDO). A via de sinalização do IFN-γ é regulada por proteínas tirosina-fosfatases (PTPs) e pelos fatores reguladores de IFN (IRFs) que se ligam a sítios de ligação nos promotores de muitos genes induzidos por IFN-γ (ISGs).Neste estudo foram utilizadas populações da cepa Y de T. cruzi com resistência selecionada in vivo ao BZ (BZR) que se mostraram duas vezes mais resistentes do que seu par sensível (BZS) em nosso ensaio de susceptibilidade ao BZ (IC50) in vitro. Para investigarmos os possíveis mecanismos utilizados por estas populações para bloquear a resposta mediada pelo IFN-γ, nós avaliamos através de RT-PCR quantitativo em tempo real (qPCR) a expressão do mRNA dos genes que codificam a IDO, os fatores IRF-1 e IRF-2 em fibroblastos humanos 2C4 infectados com estas populações e estimulados com rINF-γ.Nossos resultados mostraram que a infecção com parasitos sensíveis causou uma redução da expressão do mRNA da IDO. Entretanto, a infecção das células com parasitos resistentes causou não somente uma redução na expressão do mRNA da IDO, mas também do IRF-1 e um aumento da expressão do mRNA do IRF-2. A estimulação com rIFN-γ dos fibroblastos infectados com as populações BZS ou BZR não causou alterações na expressão da TcPTP. Nossos resultados mostram que parasitos resistentes possuem um maior potencial evasivo à resposta mediada pelo rIFN-γ comparado com os parasitos sensíveis, sugerindo uma correlação entre o fenótipo de resistência de T. cruzi a drogas e o mecanismo de escape do parasito à ação antimicrobiana induzida por esta citocina.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar / Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Meta 3.3: Acabar com as doenças tropicais negligenciadas e combater as doenças transmissíveis / Doença de Chagas Base de dados: LILACS Assunto principal: Fenótipo / Trypanosoma cruzi / Resistência a Medicamentos / Interleucina-18 / Fibroblastos Idioma: Português Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar / Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Meta 3.3: Acabar com as doenças tropicais negligenciadas e combater as doenças transmissíveis / Doença de Chagas Base de dados: LILACS Assunto principal: Fenótipo / Trypanosoma cruzi / Resistência a Medicamentos / Interleucina-18 / Fibroblastos Idioma: Português Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Tese
...