Your browser doesn't support javascript.
loading
Immunoprophylactic strategies against enterotoxemia caused by Clostridium perfringens type D in goats
Veschi, Josir Laine A; Dutra, Iveraldo S; Miyakawa, Mariano E. Fernandez; Perri, Silvia Helena V; Uzal, Francisco A.
Afiliação
  • Veschi, Josir Laine A; Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária. Jaboticabal. BR
  • Dutra, Iveraldo S; Universidade Estadual Paulista. Departamento de Produção e Saúde Animal. Araçatuba. BR
  • Miyakawa, Mariano E. Fernandez; University of California. School of Veterinary Medicine. California Animal Health and Food Safety. San Bernardino. US
  • Perri, Silvia Helena V; Universidade Estadual Paulista. Departamento de Produção e Saúde Animal. Araçatuba. BR
  • Uzal, Francisco A; University of California. School of Veterinary Medicine. California Animal Health and Food Safety. San Bernardino. US
Pesqui. vet. bras ; 26(1): 51-54, jan.-mar. 2006. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-423931
Biblioteca responsável: BR68.1
RESUMO
Foi avaliada a resposta sorológica de vacina experimental contra a enterotoxemia em quatro grupos de caprinos. O Grupo 1 recebeu colostro de vacas não vacinadas e nenhuma dose de vacina. Os Grupos 2, 3 e 4 receberam colostro de vacas vacinadas, e uma dose de vacina aos 80 dias de idade nos Grupos 3 e 4. O Grupo 4 recebeu a segunda dose de vacina aos 120 dias de idade. Os níveis de anticorpos séricos foram avaliados pelo ELISA nas vacas antes e depois do parto e nos caprinos aos 3, 80, 120 e 160 dias de idade. Não houve diferença significativa nos níveis de anticorpos séricos das vacas vacinadas e não vacinadas, assim como entre os quatro grupos de caprinos avaliados aos três dias de vida. Os Grupos 3 e 4 apresentaram títulos médios de anticorpos de 0,6 UI/mL e 1,1 UI/mL, respectivamente, aos 40 dias após a primovacinação. A resposta vacinal do grupo 4, 40 dias após o reforço, foi de 1,8 UI/mL, superior ao Grupo 3 que foi de 0,2 UI/mL. Portanto, no esquema proposto, o uso de colostro não induziu a imunização passiva dos cabritos. No entanto, a primovacinação e reforço 40 dias após desencadearam níveis de anticorpos considerados satisfatórios.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Cabras / Vacinas / Clostridium perfringens / Colostro / Enterotoxemia Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado Idioma: Inglês Revista: Pesqui. vet. bras Assunto da revista: Medicina Veterinária Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil / Estados Unidos Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual Paulista/BR / University of California/US

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Cabras / Vacinas / Clostridium perfringens / Colostro / Enterotoxemia Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado Idioma: Inglês Revista: Pesqui. vet. bras Assunto da revista: Medicina Veterinária Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil / Estados Unidos Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual Paulista/BR / University of California/US
...