Your browser doesn't support javascript.
loading
Toxoplasma-IgM and IgG-avidity in single samples from areas with a high infection rate can determine the risk of mother-to-child transmission
Reis, Myrian Morussi; Tessaro, Maria Madalena; D'azevedo, Pedro Alves.
Afiliação
  • Reis, Myrian Morussi; Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas. Immunology Section. Porto Alegre. BR
  • Tessaro, Maria Madalena; Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas. Immunology Section. Porto Alegre. BR
  • D'azevedo, Pedro Alves; Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre. Department of Microbiology and Parasitology. Porto Alegre. BR
Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo ; 48(2): 93-98, Mar,-Apr. 2006. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-426802
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
A avidez de IgG anti-Toxoplasma foi realizada em 168 amostras IgG e IgM positivas de gestantes, coletadas em qualquer período da gestação, para avaliar o valor preditivo do risco de transmissão materno-fetal em amostra única, considerando as limitações da sorologia convencional. A IgM neonatal foi considerada o marcador sorológico de transmissão. Testes fluorométricos foram realizados para IgG, IgM (imunocaptura) e avidez de IgG. Cinqüenta e uma das 128 gestantes testadas tiveram os partos realizados na instituição e a IgM neonatal foi obtida. Os resultados mostraram 32 (62.75%) gestantes com avidez alta, índices de IgM entre 0,6 e 2,4 e nenhum recém-nascido infectado. Dezenove (37.25%) tiveram avidez baixa ou inconclusiva, índices de IgM entre 0,6 e 11,9, cinco recém-nascidos infectados e um natimorto. Em dois recém-nascidos infectados e no natimorto, os índices maternos de IgM foram baixos e em um recém-nascido infectado, o único parâmetro materno que sugeriu risco para o feto foi a avidez de IgG. No presente estudo, a avidez de IgG realizada em amostras isoladas de gestantes IgM positivas auxiliou a determinar o risco de transmissão durante toda a gestação, especialmente quando os índices dos dois testes foram analisados em relação à idade gestacional. Este modelo pode ser menos oneroso para países em desenvolvimento com alta prevalência da infecção e cria nova perspectiva para o diagnóstico da toxoplasmose congênita.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar / Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Meta 3.3: Acabar com as doenças tropicais negligenciadas e combater as doenças transmissíveis / Zoonoses Base de dados: LILACS Limite: Feminino / Humanos / Recém-Nascido / Gravidez Idioma: Inglês Revista: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo Assunto da revista: Medicina Tropical Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre/BR / Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar / Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Meta 3.3: Acabar com as doenças tropicais negligenciadas e combater as doenças transmissíveis / Zoonoses Base de dados: LILACS Limite: Feminino / Humanos / Recém-Nascido / Gravidez Idioma: Inglês Revista: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo Assunto da revista: Medicina Tropical Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre/BR / Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas/BR
...