Your browser doesn't support javascript.
loading
Viabilidade do baço de ratos após a ligadura simultânea da artéria e veia esplênicas / Spleen viability after the simultaneous splenic artery and vein Ligation in rats
Paulo, Danilo Nagib Salomão; Paulo, Isabel Cristina Andreatta Lemos; Loureiro, Edson Ricardo; Pereira, Fausto Edmundo Lima; Grillo Júnior, Luiz Sérgio Pereira; Silva, Alcino Lázaro da.
Afiliação
  • Paulo, Danilo Nagib Salomão; Santa Casa de Misericórdia de Vitória. Escola Superior de Ciências. Disciplina de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental. Vitória. BR
  • Paulo, Isabel Cristina Andreatta Lemos; Universidade Federal do Espírito Santo. Hospital Universitário Cassiano Antonio Morais. Vitória. BR
  • Loureiro, Edson Ricardo; Santa Casa de Misericórdia de Vitória. Escola Superior de Ciências. Disciplina de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental. Vitória. BR
  • Pereira, Fausto Edmundo Lima; Universidade Federal do Espírito Santo. Faculdade de Medicina. Centro Biomédico. Vitória. BR
  • Grillo Júnior, Luiz Sérgio Pereira; Exército Brasileiro. BR
  • Silva, Alcino Lázaro da; Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Medicina. Belo Horizonte. BR
Rev. Col. Bras. Cir ; 32(1): 32-35, jan.-fev. 2005. ilus, graf
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-451117
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO

OBJETIVO:

A ligadura simultânea da artéria e veia esplênicas, com preservação do baço, é realizada em seres humanos, na pancreatectomia caudal, mas o efeito exato dessa ligadura sobre o baço não é bem conhecido. O objetivo deste trabalho foi verificar o efeito da ligadura dos vasos esplênicos principais no baço de ratos.

MÉTODO:

Foram operados 58 ratos Wistar, machos, variando entre 230 e 408 g de peso. Os animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos grupo 1, simulação (N=23), submetido à laparotomia e manipulação do baço; grupo 2 (N=35) submetido à ligadura simultânea da artéria e veia esplênica. Todos os animais foram mortos 12 dias após a operação. O baço era retirado, pesado, fixado em formol a 4 por cento, incluído em parafina, e os cortes foram corados pela hematoxilina e eosina para exame microscópico.

RESULTADOS:

O baço era normal em todos os animais do grupo 1 e em três dos 34 animais ( 8,82 por cento) do grupo 2. Ocorreu infarto branco parcial do baço em 91,18 por cento dos animais do grupo 2. O percentual médio de massa esplênica viável nos baços com infartos foi de 56,9 + 21,8 por cento. O aspecto histopatológico mostrou arquitetura preservada na porção não infartada, e neoformação conjuntivo-vascular cicatricial substituindo as áreas necrosadas.

CONCLUSÕES:

A ligadura simultânea da artéria e veias esplênicas resultou em infarto branco parcial do baço em 91,2 por cento dos animais, com preservação mínima de 35 por cento e média de 56,9 por cento de massa esplênica viável. Na maioria dos animais que sofreram ligadura, o infarto se localizou na porção inferior do baço.
ABSTRACT

BACKGROUND:

The simultaneous ligation of splenic artery and vein without splenectomy is performed in caudal pancreatectomy in humans. The consequences of this procedure to the spleen are unknown. Here we report the effects of simultaneous ligation of splenic artery and vein twelve days after this vascular ligation in adults rats.

METHODS:

Fifty eight adult male Wistar rats were randomized into 2 groups group 1 (N=23) sham operated, and group 2 (N=35), simultaneous splenic artery and vein ligation. All animals were killed 12 days after surgery. The spleen was removed, weighted, fixed in 4 percent formalin, paraffin embedded and the sections stained with hematoxilyn and eosin.

RESULTS:

The spleen was normal in all cases of the group 1 and in 8.82 percent of the group 2. Partial white infarct occured in 91.2 percent of the animals of group 2. The mean of the percentual viable mass in the infarcted spleen was 56.9 ± 21.8 percent. The microscopic examination showed normal splenic tissue in the preserved areas, with healing process of the necrotic areas.

CONCLUSION:

The simultaneous ligature of the splenic artery and vein resulted in partial infarct of the spleen in 91.2 percent of the animals, with a minimum of 35 percent preservation of splenic mass and a mean of percentual viable mass was 56.9 percent ± 21.8 percent. The necrosis after vascular ligation occurred more frequently in the inferior portion of the spleen.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. Col. Bras. Cir Assunto da revista: CIRURGIA GERAL Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Exército Brasileiro/BR / Santa Casa de Misericórdia de Vitória/BR / Universidade Federal de Minas Gerais/BR / Universidade Federal do Espírito Santo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Português Revista: Rev. Col. Bras. Cir Assunto da revista: CIRURGIA GERAL Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Exército Brasileiro/BR / Santa Casa de Misericórdia de Vitória/BR / Universidade Federal de Minas Gerais/BR / Universidade Federal do Espírito Santo/BR
...