Your browser doesn't support javascript.
loading
O significado que o agente comunitário de saúde atribui ao seu trabalho no processo de construção so Sistema Único de Saúde no Brasil / The meaning that the community agent of health attributed to your work in the process of construction of the Unique System of Health in Brazil
Rosa, Anderson da Silva; Cavicchioli, Maria Gabriela Secco; Brêtas, Ana Cristina Passarella.
Afiliação
  • Rosa, Anderson da Silva; Universidade Federal de São Paulo. São Paulo. BR
  • Cavicchioli, Maria Gabriela Secco; Universidade Federal de São Paulo. São Paulo. BR
  • Brêtas, Ana Cristina Passarella; Universidade Federal de São Paulo. Departamento de Enfermagem. São Paulo. BR
Acta paul. enferm ; 17(3): 255-261, jul.-set. 2004.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-451443
Biblioteca responsável: BR1.2
RESUMO
Este estudo tem por objetivo conhecer o significado que o ACS atribui ao seu trabalho no processo de construção do SUS. É uma pesquisa qualitativa, realizada em um município de pequeno porte do interior da Bahia, durante a participação dos pesquisadores no Programa Universidade Solidária. Utiliza o método da História Oral Temática e a técnica da entrevista. Participaram do estudo 16 ACS, trabalhadores dos programas de Saúde da Família (PSF) ou de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). As narrativas demonstraram que os sujeitos desconhecem os princípios do SUS e não incorporam o PACS ou PSF enquanto modelos deste. Para eles o seu trabalho implica em agendamento de consultas médicas, levar remédio prescrito para os usuários, acompanhar o crescimento infantil, encaminhar gestantes ao médico, dar algumas orientações referentes à saúde. Quanto ao significado do trabalho no SUS, poucos conseguem se perceber como trabalhadores do sistema mas sim como agentes atuantes em equipamentos de saúde; reconhecem-no visualizam o sistema como sinônimo do "cartão SUS", e a saúde não como um direito constitucional e sim algo oferecido de forma gratuita. Mencionavam ainda que procuraram esta atividade laborativa por falta de opção empregatícia, que só conheceram os programas após serem inseridos neles e percebem a rotatividade dos enfermeiros como dificultador do trabalho, comprometendo sua atuação. Entretanto, apesar de conhecerem pouco o SUS, conseguem perceber a importância do seu trabalho na comunidade, como agente facilitador da saúde pública.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Planos e Programas de Saúde / Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Saúde da Família / Serviços de Saúde Comunitária / Promoção da Saúde Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Acta paul. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Sistema Único de Saúde / Planos e Programas de Saúde / Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Saúde da Família / Serviços de Saúde Comunitária / Promoção da Saúde Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Acta paul. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2004 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de São Paulo/BR
...