Your browser doesn't support javascript.
loading
Evolução hospitalar e tardia pós-implante de stent coronariano em paciente com angina instável e síndrome mielodisplásica / In-hospital and late outcomes after coronary stenting in patient with unstable angina and myelodysplastic syndrome
Wercules, Oliveira; Meireles, George César Ximenes; Longhi, Allan; Beltrão, Pedro; Pimenta, João.
Afiliação
  • Wercules, Oliveira; Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. São Paulo. BR
  • Meireles, George César Ximenes; Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. São Paulo. BR
  • Longhi, Allan; Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. São Paulo. BR
  • Beltrão, Pedro; Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. São Paulo. BR
  • Pimenta, João; Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo. São Paulo. BR
Arq. bras. cardiol ; 87(5): e168-e171, nov. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-452158
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
Homem de 61 anos de idade, com diagnóstico de síndrome mielodisplásica e angina instável foi submetido a angiografia coronariana e implante de stent. O hemograma revelou 40.000/mm³ plaquetas. A angiografia coronariana, precedida por transfusão de plaquetas, revelou obstrução de 80 por cento no óstio da artéria coronariana direita (ACD). Após o uso de clopidogrel 75mg, o paciente foi submetido à nova transfusão de plaquetas e a implante de stent LEKTON 3,0x10mm na lesão da ACD. Não ocorreram sangramentos após as retiradas dos introdutores. Após seis meses, o teste de esforço foi positivo e nova angiografia, sob as mesmas condições anteriores, mostrou reestenose intra-stent. Esse relato sugere que o implante de stent coronariano em pacientes com plaquetopenia é seguro, contanto que se realize a transfusão profilática de plaquetas, embora em longo prazo possa haver reestenose.
ABSTRACT
Sixty-one-year-old male patient with diagnosis of myelodysplastic syndrome and unstable angina was submitted to coronary angiography and implant of stent. His Blood vell count revealed 40,000 platelets/mm³. Coronary angiography with previous platelet transfusion showed obstruction of 80 percent of the right coronary artery (RCA). Following the administration of clopidogrel, the patient was submitted to another platelet transfusion and stent implantation in the RCA lesion. No bleeding was observed after the introducers removal. After 6 months, treadmill test was positive and new coronary aniography, in the same conditions, showed in-stent restenosis. This case report suggests that coronary stent implantation in patients with thrombocytopenia is a safe procedure, provided that prophylactic platelet transfusion is performed, although late restenosis may occur.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Síndromes Mielodisplásicas / Ticlopidina / Angioplastia Coronária com Balão / Stents / Angina Instável Tipo de estudo: Relato de casos Limite: Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Síndromes Mielodisplásicas / Ticlopidina / Angioplastia Coronária com Balão / Stents / Angina Instável Tipo de estudo: Relato de casos Limite: Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Arq. bras. cardiol Assunto da revista: Cardiologia Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo/BR
...