Your browser doesn't support javascript.
loading
Association between dynamic asymmetry of the newborn's head and intrauterine factors
Beuter, Cláudia Regina; Pedroso, Fleming Salvador; Mazetto, Ricardo César; Santos, Cassandra Trojahn dos; Rossi, Ângela Garcia.
Afiliação
  • Beuter, Cláudia Regina; Lutheran University of Brazil. Canoas. BR
  • Pedroso, Fleming Salvador; UFSM. CCS. University Hospital of Santa Maria. Pediatrics and Puericulture Department. Santa Maria. BR
  • Mazetto, Ricardo César; s.af
  • Santos, Cassandra Trojahn dos; UFSM. CCS. Santa Maria. BR
  • Rossi, Ângela Garcia; UFSM. CCS. Speech Pathology- Audiology Department. Santa Maria. BR
Arq. neuropsiquiatr ; 65(2A): 218-221, jun. 2007. ilus, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-453915
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
A non-comparable, individual, observational and contemporary cross-sectional study in newborns was made to determine the dynamic lateralization in the head turning after release from the midline and its relationship with obstetric variables. From October to December of 2005, 320 newborns were admitted to the Adjacent Lodgings of the University Hospital of Santa Maria. From those, 89 were selected for assessment of the vestibular function since they have had previously fetal static control through ultrasound. Our results show that the right-sided head lateralization was significantly greater than the left-sided. The predominancy of the lateralization towards the right side also occurred in cephalic presentations and left-sided back, however these were not significant. Results corroborate with the existing literature and suggest an association between fetal static and vestibular function.
RESUMO
Com o objetivo determinar a lateralização dinâmica na prova da queda da cabeça e sua associação com variáveis obstétricas, foi realizado um estudo transversal no recém-nascido, não comparado, individual, observacional e contemporâneo. No período de outubro a dezembro de 2005, 320 recém-nascidos foram admitidos no Alojamento Conjunto do Hospital Universitário de Santa Maria, e destes 89 foram selecionados para avaliação da função vestibular, por terem feito controle da estática fetal através do ultrasom. Nossos resultados mostram que a lateralização da cabeça para a direita foi significativamente maior do que para esquerda. Também este predomínio da lateralização para a direita ocorreu nas apresentações cefálicas e com o dorso para esquerda, no entanto estes não foram significativos. Nossos resultados corroboram com a literatura existente, e sugerem uma associação entre a estática fetal e a função vestibular.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Vestíbulo do Labirinto / Cabeça / Lateralidade Funcional Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Feminino / Humanos / Masculino / Recém-Nascido / Gravidez Idioma: Inglês Revista: Arq. neuropsiquiatr Assunto da revista: Neurologia / Psiquiatria Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Lutheran University of Brazil/BR / UFSM/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Vestíbulo do Labirinto / Cabeça / Lateralidade Funcional Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Feminino / Humanos / Masculino / Recém-Nascido / Gravidez Idioma: Inglês Revista: Arq. neuropsiquiatr Assunto da revista: Neurologia / Psiquiatria Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Lutheran University of Brazil/BR / UFSM/BR
...