Your browser doesn't support javascript.
loading
Genetic diversity among Botryosphaeria isolates and their correlation with cell wall-lytic enzyme production
Saldanha, Roze L; Garcia, José E; Dekker, Robert F. H; Vilas-Boas, Laurival A; Barbosa, Aneli M.
Afiliação
  • Saldanha, Roze L; Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Biológicas. Departamento de Biologia Geral. Londrina. BR
  • Garcia, José E; Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Exatas. Departamento de Bioquímica e Biotecnologia. Londrina. BR
  • Dekker, Robert F. H; Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Exatas. Departamento de Bioquímica e Biotecnologia. Londrina. BR
  • Vilas-Boas, Laurival A; Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Biológicas. Departamento de Biologia Geral. Londrina. BR
  • Barbosa, Aneli M; Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Exatas. Departamento de Bioquímica e Biotecnologia. Londrina. BR
Braz. j. microbiol ; 38(2): 259-264, Apr.-June 2007. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-454902
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
Nine isolates of Botryosphaeria spp. were evaluated for their growth and the production of cell wall-lytic enzymes (laccase, pectinase and beta-1,3-glucanase) when grown on basal medium in the absence and presence of the laccase inducer, veratryl alcohol (VA). The genetic relationship among the nine isolates collected from different host plants was determined by RAPD analyses. ITS sequence analysis showed eight closely related isolates classified as Botryosphaeria rhodina, and one isolate classified as Botryosphaeria ribis. RAPD analysis resolved the isolates into three main clusters based upon levels of laccase and beta-1,3-glucanase activity. There appears to be no correlation between pectinase production and genetic diversity among the nine isolates. However, the strain characterized as B. ribis, positioned out of the main cluster, was found to be the highest producer of pectinases in the presence of VA.
RESUMO
Nove isolados de Botryosphaeria spp foram avaliados quanto ao crescimento e produção de enzimas líticas da parede celular (lacase, pectinase e beta-1,3-glucanase) quando cultivados em meio basal na ausência e presença do indutor de lacase álcool veratrílico (VA). As relações genéticas entre os nove isolados coletados de diferentes plantas hospedeiras foram determinadas por RAPD. A análise das seqüências de nucleotídeos da região ITS mostrou oito isolados estreitamente relacionados, os quais foram classificados como Botryosphaeria rhodina e um isolado como Botryosphaeria ribis. A análise por RAPD agrupou os isolados em três grupos principais condizentes com os níveis de atividades de lacase e beta-1,3-glucanase. Nenhuma correlação foi detectada entre a produção de pectinase e a diversidade genética nos nove isolados. Entretanto, a linhagem caracterizada como B. ribis, posicionada fora dos grupos principais, se mostrou maior produtora de pectinase na presença de álcool veratrílico.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Braz. j. microbiol Assunto da revista: Microbiologia Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Londrina/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Idioma: Inglês Revista: Braz. j. microbiol Assunto da revista: Microbiologia Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Londrina/BR
...