Your browser doesn't support javascript.
loading
Hábitos bucais deletérios: os filhos imitam as mães na adoção destes hábitos? / Deletery oral habits: do children imitate their mothers when adopt these habits?
Serra-Negra, Júlia Maria Cheib; Vilela, Letícia Camargo; Rosa, Ademar Robert; Andrade, Evert Leonard Santos Pinto; Paiva, Saul Martins; Pordeus, Isabela Almeida.
Afiliação
  • Serra-Negra, Júlia Maria Cheib; Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Odontologia. Departamento de Odontopediatria e Ortodontia. BR
  • Vilela, Letícia Camargo; s.af
  • Rosa, Ademar Robert; s.af
  • Andrade, Evert Leonard Santos Pinto; s.af
  • Paiva, Saul Martins; Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Odontologia. Departamento de Odontopediatria e Ortodontia. BR
  • Pordeus, Isabela Almeida; Universidade Federal de Minas Gerais. Faculdade de Odontologia. Departamento de Odontopediatria e Ortodontia. BR
Rev. odonto ciênc ; 21(52): 146-152, abr.-jun. 2006. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-457144
Biblioteca responsável: BR541.1
RESUMO
O objetivo do presente trabalho foi verificar o relacionamento entre os hábitos bucais das mães e os hábitos bucais dos filhos. Desenvolveu-se um estudo epidemiológico retrospectivo transversal com a entrevista, através de formulário pré-testado, de 208 mães na sala de espera das clínicas coordenadas pelo Departamento de Odontopediatria e Ortodontia da FOUFMG. Os dados coletados foram submetidos a análise estatística, sendo o qui-quadrado e odds ratio os testes escolhidos. Observou-se que a chupeta foi o hábito mais prevalente na infância tanto das mães quanto das crianças (46,6% e 65,4% respectivamente). A onicofagia foi o hábito atual mais prevalente nos dois grupos (38,7% - mães e 32,7% - crianças). Verificou-se que filhos de mães que utilizaram a chupeta na infância apresentaram um risco de 3,4 vezes maior (OR = 3,4) de também apresentarem o hábito de sucção de chupeta comparados aos filhos de mães que não apresentaram este hábito. Constatou-se que filhos de mães com hábito de onicofagia apresentaram quase quatro vezes mais chance de também apresentarem este costume (OR = 3,9). Dentre as portadoras de hábitos, 72,6% considera que estes as prejudicaram ou a seus filhos em algum fator, sendo a desarmonia dos dentes o item mais citado pelas mães (71.9%). Encontrou-se associação entre os hábitos bucais das mães e das crianças, havendo uma tendência de repetição destes pelos filhos. A maioria das mães tem conhecimento de que os hábitos bucais deletérios trazem prejuízos à conformação das arcadas dentárias, porém a repetição destes costumes pelos filhos foi freqüente.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Mordeduras Humanas / Bruxismo / Chupetas / Sucção de Dedo / Hábitos / Hábito de Roer Unhas Limite: Adulto / Criança / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. odonto ciênc Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Minas Gerais/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Mordeduras Humanas / Bruxismo / Chupetas / Sucção de Dedo / Hábitos / Hábito de Roer Unhas Limite: Adulto / Criança / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Rev. odonto ciênc Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Minas Gerais/BR
...