Your browser doesn't support javascript.
loading
Obtenção de farinhas mistas pré-gelatinizadas a partir de arroz e bagaço de jabuticaba: efeito das variáveis de extrusão nas propriedades de pasta / Production of pre-gelatinized flours from rice and jabuticaba bagasse: effect of extrusion variables on the paste properties
Ramirez Ascheri, Diego Palmiro; Andrade, Cristina Tristão de; Carvalho, Carlos Wanderlei Piler de; Ramírez Ascheri, José Luís.
Afiliação
  • Ramirez Ascheri, Diego Palmiro; Universidade Estadual de Goiás. Anápolis. BR
  • Andrade, Cristina Tristão de; Universidade Federal do Rio de Janero. Ilha do Fundão. BR
  • Carvalho, Carlos Wanderlei Piler de; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Guaratiba. BR
  • Ramírez Ascheri, José Luís; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Guaratiba. BR
Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment ; 24(1): 115-144, jan.-jun. 2006. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-457547
Biblioteca responsável: BR16.1
RESUMO
No presente trabalho estudou-se o efeito da combinação da velocidade de rotação do parafuso (65,9 - 234,1 rpm), da temperatura na terceira zona do barril do extrusor (99,5 - 200,1ºC) e da formulação de farinha de bagaço de jabuticaba (11,59 -28,41 por cento), utilizada como fonte de fibra, nas propriedades de pasta de farinhas mistas pré-gelatinizadas de arroz polido e bagaço de jabuticaba. Foram determinadas a fibra detergente ácido (FDA) e a fibra detergente neutro (FDN) das farinhas cruas e suas misturas. As propriedades de pasta foram determinadas em Analisador Rápido de Viscosidade (RVA). A farinha de bagaço de jabuticaba (FBJ) apresentou altos valores de FDA (21,91 por cento) e de FDN(45,47 por cento) o que contribuiu para aumentar o teor de fibra alimentar das misturas extrusadas (FME). As amostras estudadas apresentaram perfis diferentes de viscosidade de pasta com valores mínimos para FBJ, valores máximos para FAP e valores intermediários para FME. A viscosidade inicial a 25ºC foi fortemente influenciada pela formulação e pela velocidade de rotação do parafuso, seguidas pela temperatura. A viscosidade máxima a 95ºC (VMAX) e a viscosidade final (VFINAL) foram imensamente influenciadas pela formulação e temperatura, seguidas pela velocidade de rotação do parafuso. Ambas aumentaram com a elevação da temperatura e diminuíram com o incremento da porcentagem de FBJ na mistura, bem como pelo aumento da velocidade de rotação do parafuso.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Oryza / Fibras na Dieta / Farinha / Tecnologia de Alimentos Idioma: Português Revista: Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment Assunto da revista: Ciências da Nutrição Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária/BR / Universidade Estadual de Goiás/BR / Universidade Federal do Rio de Janero/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Oryza / Fibras na Dieta / Farinha / Tecnologia de Alimentos Idioma: Português Revista: Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment Assunto da revista: Ciências da Nutrição Ano de publicação: 2006 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária/BR / Universidade Estadual de Goiás/BR / Universidade Federal do Rio de Janero/BR
...