Your browser doesn't support javascript.
loading
Análise clínica e radiográfica de dentes decíduos traumatizados e dos permanentes sucessores: estudo longitudinal / Clinical and radiographic evaluation in traumatic primary teeth and the permanent sucessors
Araçatuba; s.n; 2005. [153] p. ilus, tab.
Tese em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-457575
Biblioteca responsável: BR186.1
Localização: BR186.1
RESUMO
A incidência de traumas dentários na infância é alta, já que esta é uma fase de descobertas em que as crianças estão aprendendo a andar e a correr sem ainda possuírem coordenação motora adequada, tornando-as mais sujeitas a quedas. O traumatismo dentário pode determinar a ocorrência de seqüelas no dente decíduo e em decorrência da proximidade anatômica com o germe do dente permanente sucessor, provoca freqüentemente alterações aos dentes em desenvolvimento. Dessa maneira objetivou-se analisar clinica e radiograficamente dentes decíduos traumatizados e os permanentes sucessores em crianças de 0 a 8 anos de idade, assistidas na Bebê Clínica e na Clínica de Prevenção da Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP. Foram analisados 247 pacientes, totalizando 379 dentes decíduos traumatizados e 162 dentes permanentes sucessores. A freqüência de injúrias traumáticas foi de 17%, sendo as crianças do gênero masculino as mais acometidas (53%). A faixa etária entre 13 e 24 meses foi a mais prevalente (45,3%). Os dentes mais afetados foram os incisivos centrais superiores (91%), sendo mais freqüente o envolvimento de apenas um dente por trauma dentário (54,6%). As injúrias ao tecido duro prevaleceram (57%), destacando-se a fratura coronária de esmalte (49,1%). Após a realização dos exames clínico e radiográfico, 78% dos dentes decíduos traumatizados mantiveram a vitalidade pulpar, sendo que as complicações mais comuns nestes dentes foram a descoloração coronária (53,8%) e a reabsorção radicular (30,1%). À avaliação clínica, a freqüência de distúrbios de desenvolvimento observada nos permanentes sucessores foi de 10,5%, sendo a hipocalcificação do esmalte a seqüela encontrada. 17,3% das alterações clínicas nos dentes permanentes sucessores foram causadas por traumas ao tecido de sustentação, sendo que a luxação intrusiva foi responsável pelo maior número de danos...
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Dente Decíduo / Traumatismos Dentários / Dentição Permanente / Esmalte Dentário Limite: Humanos Idioma: Português Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Tese

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Dente Decíduo / Traumatismos Dentários / Dentição Permanente / Esmalte Dentário Limite: Humanos Idioma: Português Ano de publicação: 2005 Tipo de documento: Tese
...