Your browser doesn't support javascript.
loading
Imunoistoquímica: detecção de microcistina em tilápia exposta ao extrato de Microcystis aeruginosa (Cyanobacteria) / Imunohistochemistry: detection of microcystin in tilápia exposed to Microcystis aeruginosa (Cyanobacteria) extract
Kamogae, Márcia; Hashimoto, Elisabete Hiromi; Millet, Ana Paula; Francabandiera, Aniê Ieda; Pádua, Camilla Guiotti de; Kawamura, Ossamu; Bracarense, Ana Paula Frederico Rodrigues Loureiro; Bittencourt-Oliveira, Maria do Carmo; Colus, Ilce Mara de Syllos; Itano, Eiko Nakagawa; Hirooka, Elisa Yoko; Harada, Ken-ichi; Tsutsumi, Tomoaki; Nagata, Satoshi; Ueno, Yoshio.
Afiliação
  • Kamogae, Márcia; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Hashimoto, Elisabete Hiromi; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Millet, Ana Paula; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Francabandiera, Aniê Ieda; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Pádua, Camilla Guiotti de; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Kawamura, Ossamu; Kagawa University. Kagawa. JP
  • Bracarense, Ana Paula Frederico Rodrigues Loureiro; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Bittencourt-Oliveira, Maria do Carmo; Universidade de São Paulo. São Paulo. BR
  • Colus, Ilce Mara de Syllos; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Itano, Eiko Nakagawa; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Hirooka, Elisa Yoko; Universidade Norte do Paraná. Londrina. BR
  • Harada, Ken-ichi; Meijo University. Nagoya. JP
  • Tsutsumi, Tomoaki; National of Health Science. Tokyo. JP
  • Nagata, Satoshi; Science University of Tokyo, JP. Tokyo. JP
  • Ueno, Yoshio; Science University of Tokyo. Tokyo. JP
Semina ciênc. agrar ; 28(3): 427-436, jul.-set. 2007. ilus, tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-481197
Biblioteca responsável: BR512.1
RESUMO
A deterioração da qualidade de água pela piscicultura associa-se à eutrofização, com florescimento de cianobactérias. Microcystis aeruginosa destaca-se como principal produtora de microcistinas (MCs), grupo de hepatotoxinas com potencial promotor de tumor. No presente trabalho desenvolveu-se método imunoistoquímico para a detecção de MC em tilápias (Oreochromis niloticus) submetidas à injeção intraperitoneal (i.p.) ou imersão em extrato de M. aeruginosa BCCBUSP 262, empregando anticorpo monoclonal anti-MC (M8H5) e sistema polímero-peroxidase. As tilápias (N=42) foram submetidas a sete tratamentos, sendo três grupos inoculados i.p. com 2,0x105, 4,0x105 e 1,0x106 cels.Kg-1 de M. aeruginosa BCCBUSP 262 e quatro submetidos à imersão em diferentes concentrações do extrato da cianobactéria (variando de 1,0x104 a 1,0x105cel.mL-1). Analisando fígado e tecido muscular pelo ensaio imunoistoquímico, não se detectou marcação em tecido muscular. Todos os animais inoculados i.p. apresentaram marcação positiva para MC no fígado, mas em teste de imersão, apenas os expostos a maior dose (1,0x105 cels.mL- 1) apresentaram marcação positiva. Embora MC não seja detectada em tecido muscular, assim como no fígado de animais imersos em extrato de M. aeruginosa CCBUSP 262 em concentrações menores que 1,0x105 cels.mL-1, os resultados constituíram-se base para o desenvolvimento metodológico objetivando a aplicação da imunoistoquímica no diagnóstico rápido no controle de qualidade de pescados.
ABSTRACT
The deterioration of the water quality due to aquaculture is associated with eutrophication, with bloom of cyanobacteria. Microcystis aeruginosa is distinguished as main producer of microcystins (MCs), group of hepatotoxins with tumor promoter potential. In the present work immunohistochemical method for detection of MC in tilápia (Oreochromis niloticus), fish submitted to intraperitoneal injection (i.p.) or immersion in extract of M. aeruginosa BCCBUSP 262 was developed, using monoclonal antibody anti- MC (M8H5) and polymer peroxidase system. The tilápias (N=42) had been submitted to the seven treatments, three groups inoculated i.p. with 2.0x105, 4.0x105 and 1.0x106 cells. Kg-1 of M. aeruginosa BCCBUSP 262 and four groups exposed to the immersion in different extract concentrations of cyanobacterium. Analyzing liver and muscular tissue for immunohistochemical assay, muscular tissue was not stained. All the animals inoculated i.p. presented positive marking for MC in the liver, but in immersion test, only the ones exposed in the highest dose (1,0x105 cels.mL-1) presented positive marking. Although MC was not detected in muscular tissue, as well as in the liver of animals immersed in extract of M. aeruginosa BCCBUSP 262 in concentrations less than 1.0x105 cels.mL-1, the results would constitute in the base for the methodological development aiming the application of the immunohistochemistry in the rapid diagnosis in quality control of fish.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Cianobactérias / Ciclídeos / Microcystis / Pesqueiros Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado Idioma: Português Revista: Semina ciênc. agrar Assunto da revista: Ciência / Saúde Ambiental Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil / Japão Instituição/País de afiliação: Kagawa University/JP / Meijo University/JP / National of Health Science/JP / Science University of Tokyo/JP / Science University of Tokyo, JP/JP / Universidade Norte do Paraná/BR / Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Cianobactérias / Ciclídeos / Microcystis / Pesqueiros Tipo de estudo: Ensaio clínico controlado Idioma: Português Revista: Semina ciênc. agrar Assunto da revista: Ciência / Saúde Ambiental Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil / Japão Instituição/País de afiliação: Kagawa University/JP / Meijo University/JP / National of Health Science/JP / Science University of Tokyo/JP / Science University of Tokyo, JP/JP / Universidade Norte do Paraná/BR / Universidade de São Paulo/BR
...