Your browser doesn't support javascript.
loading
Seroprevalence of human parvovirus B19 in a suburban population in São Paulo, Brazil
Huatuco, E. M. M; Durigon, E. L; Lebrun, F. L. A. S; Passos, S. D; Gazeta, R. E; Azevedo Neto, R. S; Massad, E.
Afiliação
  • Huatuco, E. M. M; Universidade de São Paulo. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Microbiologia. São Paulo. BR
  • Durigon, E. L; Universidade de São Paulo. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Microbiologia. São Paulo. BR
  • Lebrun, F. L. A. S; Universidade de São Paulo. Instituto de Ciências Biomédicas. Departamento de Microbiologia. São Paulo. BR
  • Passos, S. D; Faculdade de Medicina de Jundiaí. Departamento de Pediatria. Jundiaí. BR
  • Gazeta, R. E; Faculdade de Medicina de Jundiaí. Departamento de Pediatria. Jundiaí. BR
  • Azevedo Neto, R. S; USP. Faculdade de Medicina. São Paulo. BR
  • Massad, E; USP. Faculdade de Medicina. São Paulo. BR
Rev. saúde pública ; 42(3): 443-449, jun. 2008. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-482360
Biblioteca responsável: BR67.1
RESUMO

OBJETIVO:

Analisar a prevalência de anticorpos IgG ao parvovírus humano B19.

MÉTODOS:

Estudo transversal em uma comunidade de subúrbio de São Paulo, Brasil, de novembro 1990 a janeiro de 1991. Amostras aleatórias (N=435) e representativas de soro foram coletadas de crianças sadias a partir de 15 dias de idade e de adultos com até 40 anos. Os anticorpos IgG ao parvovírus humano B19 foram detectados pelo teste ELISA.

RESULTADOS:

A prevalência de anticorpos IgG ao parvovírus B19 foi de 87 por cento dos recém-nascidos. A prevalência de anticorpos IgG de origem materna decaiu exponencialmente até o 19o mês de idade. Baixa prevalência de anticorpos foi observada nos primeiros quatro anos de vida, aumentando até 72 por cento no grupo etário de 31-40 anos. A idade média de aquisição da primeira infecção nesta comunidade é de 21 ± 7 anos. A idade ótima para se vacinar as crianças desta comunidade com uma vacina hipotética é de um ano de idade.

CONCLUSÕES:

A prevalência de anticorpos IgG ao parvovírus B19 foi alta entre recém-nascidos e no grupo etário 31-40 anos. A análise por estrutura etária mostrou padrão similar aos estudos prévios relacionados à baixa prevalência de infecção em crianças que aumenta com a idade.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Grupos de Risco / Estudos Soroepidemiológicos / Infecções por Parvoviridae Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Criança / Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública Assunto da revista: Saúde Pública Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Faculdade de Medicina de Jundiaí/BR / USP/BR / Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Grupos de Risco / Estudos Soroepidemiológicos / Infecções por Parvoviridae Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adulto / Criança / Humanos País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. saúde pública Assunto da revista: Saúde Pública Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Faculdade de Medicina de Jundiaí/BR / USP/BR / Universidade de São Paulo/BR
...