Your browser doesn't support javascript.
loading
Cytogenetic studies in some species of Passiflora L. (Passifloraceae): a review emphasizing Brazilian species
Souza, Margarete Magalhães; Pereira, Telma N. Santana; Vieira, Maria Lúcia Carneiro.
Afiliação
  • Souza, Margarete Magalhães; Universidade Estadual de Santa Cruz. Departamento de Ciências Biológicas. Ilhéus. BR
  • Pereira, Telma N. Santana; Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro. Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias. Laboratório de Melhoramento Genético. Rio de Janeiro. BR
  • Vieira, Maria Lúcia Carneiro; Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Departamento de Genética. Piracicaba. BR
Braz. arch. biol. technol ; 51(2): 247-258, Mar.-Apr. 2008. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-484277
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
The Passifloraceae is represented by species of tropical and subtropical origin. The Passiflora is the richest genus with approximately 450 species, 200 of them being native to Brazil. Recent karyological studies have reported the basic chromosome number for the Passiflora genus as x = 6, whereas x = 9, x = 10 and x = 12 were established as secondary basic numbers. High rates of fertility occur in most Passiflora species, since both meiotic index and pollen viability are above 90 percent. Unusual meiotic behavior has been described in some taxa. Unviable pollen were observed in some diploids species. The genome size varies from 1.83 to 5.36 pg, and significant interspecific variance has been observed. Studies using the FISH methodology have shown that there are two to three rDNA 45S sites and one 5S site in the species analyzed. In this review, information about the above-mentioned studies is presented and discussed in detail.
RESUMO
A família Passifloraceae é representada por espécies de origem tropical e subtropical. Passiflora é o gênero mais rico, com aproximadamente 450 espécies, cerca de 200 delas nativas do Brasil. Recentes estudos cariológicos têm relatado o número básico de cromossomos para o gênero Passiflora como sendo x = 6, enquanto x = 9, x = 10 e x = 12 foram considerados números básicos secundários. Altas taxas de fertilidade são observadas na maioria das espécies de Passiflora, uma vez que o índice meiótico e a viabilidade polínica apresentam-se acima de 90 por cento.Comportamento meiótico irregular tem sido descrito para alguns taxas. Grãos de pólen inviáveis foram observados em espécies diplóides. O tamanho do genoma varia de 1,83 a 5,36 pg, e variação interespecífica significativa tem sido observada. Estudos usando a metodologia de hibridização in situ (FISH) tem demonstrado haver de dois a três sites de DNAr 45S e um site de DNAr 5S nas espécies analisadas. Nesta revisão, informações sobre os estudos acima mencionados são apresentados e discutidos em detalhes.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Braz. arch. biol. technol Assunto da revista: Biologia Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Santa Cruz/BR / Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro/BR / Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Braz. arch. biol. technol Assunto da revista: Biologia Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de Santa Cruz/BR / Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro/BR / Universidade de São Paulo/BR
...