Your browser doesn't support javascript.
loading
Qual a expectativa dosresponsáveis a respeito dotratamento ortodôntico preventivoe interceptativo de seus filhos? / x
Brunharo, Ione Helena Vieira Portella; Carvalho, Fernanda Ribeiro de; Barreto, Sunny Yamaguche Nogueira; Torres, Myrna de Faria Magalhães; Coutinho, Bianca Rossi.
Afiliação
  • Brunharo, Ione Helena Vieira Portella; s.af
  • Carvalho, Fernanda Ribeiro de; s.af
  • Barreto, Sunny Yamaguche Nogueira; s.af
  • Torres, Myrna de Faria Magalhães; s.af
  • Coutinho, Bianca Rossi; s.af
UFES rev. odontol ; 9(3): 12-16, set.-dez. 2007. graf, tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-485097
Biblioteca responsável: BR97.1
RESUMO
Este estudo avaliou a expectativa dos responsáveis por crianças que estavam em tratamentoortodôntico interceptativo nas clínicas de Odontopediatria da UNIVERSO (grupo UNI) e deOrtodontia da UERJ (grupo UERJ), por meio de um questionário. A média de idade dascrianças foi de 8,6 anos (dp = 2,6). Os resultados mais relevantes obtidos foram o grau deescolaridade dos responsáveis, sendo predominante o segundo grau completo (grupo UNI= 32%, grupo UERJ = 44%); o conhecimento prévio sobre a utilização de algum tipo de aparelho(grupo UNI = 52%, grupo UERJ = 87%); a faixa etária ideal para o início do tratamentoque, na opinião dos pais, foi entre seis e doze anos (grupo UNI = 70%, grupo UERJ = 47%);o aparelho de escolha para seus filhos, que foi o fixo (grupo UNI = 80%, grupo UERJ = 87%).A partir dos resultados encontrados, concluiu que há necessidade de um melhor esclarecimentoaos responsáveis sobre diagnóstico ortodôntico, conduta profissional adotada e sobreas possíveis mudanças fisiológicas da oclusão com o avançar da idade.
ABSTRACT
The aim of this investigation was to evaluate the parentïs expectative of their children submitted to an interceptative orthodontic treatment. The study was carried by a questionnaire at Pediatric Department of Salgado de Oliveira University (UNI group) and Orthodontics Department of The Rio de Janeiro State University (UERJ group). The average of childrenïs age was 8,6 years (sd = 2,6). The most important results were the education degree of the parents, most of them had finished the high school (UNI group = 32%, UERJ group = 44%); the previous knowledge of orthodontic treatment (UNI group = 52%, UERJ group = 87%); the best age group to the orthodontic treatment beginning, which was considered to be between 6 and 12 years by the parents (UNI group = 70%, UERJ group = 47%); and the preffered appliance according to the parentsïs opinion, which was the fix one (UNI group = 80%, UERJ group = 87%). According to these findings, it was concluded that there is a need of better clarifyance to the parents about orthodontic diagnosis, the professional behavior and, above all the physiologic changes that may occur in occlusion through the years.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Ortodontia / Má Oclusão Idioma: Português Revista: UFES rev. odontol Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Ortodontia / Má Oclusão Idioma: Português Revista: UFES rev. odontol Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2007 Tipo de documento: Artigo
...