Your browser doesn't support javascript.
Clinical and epidemiological analysis of patients with HIV/AIDS admitted to a reference hospital in the northeast region of Brazil / Análise clínica e epidemiológica dos pacientes com HIV/AIDS internados em um Hospital de Referência na Região Nordeste do Brasil
Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo ; 50(6): 327-332, Nov.-Dec. 2008. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-499794
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
The AIDS epidemic has become a worldwide phenomenon of enormous magnitude and extension, deeply transforming medical practices and public health initiatives. This retrospective survey aimed to analyze clinical and epidemiological characteristics of patients with HIV/AIDS admitted to the Institute of Tropical Diseases Natan Portella, Teresina, Piauí, Brazil, from January, 2001 through December, 2004. Of the 828 patients, 43 percent were from other states and 71.3 percent were men. Average patient age was 35.4 ± 11.5 years-old and 85.5 percent were illiterate or had primary education. The main form of exposure to HIV was heterosexual behavior (54.1 percent), while injectable drug use was confirmed by only 2.7 percent of registered cases. The most frequent infectious complications were candidiasis (42.4 percent) and pneumocystosis (22.2 percent). Sixty-eight cases (8.2 percent) of visceral leishmaniasis were registered. Using multivariate analysis, individuals aged over 40 years-old, patients with active tuberculosis, Pneumocystis carinii pneumonia and central nervous system cryptococcosis showed increased risk of death. In this study, young male adults with low educational levels predominated and the most frequent opportunistic infections were candidiasis and pneumocystosis.
RESUMO
A epidemia de AIDS tornou-se um fenômeno mundial de grande magnitude e extensão, transformando profundamente a prática médica e as iniciativas em saúde pública. O estudo retrospectivo analisou as características clínicas e epidemiológicas dos pacientes com HIV/AIDS internados no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella, Teresina, Piauí, Brasil, de janeiro de 2001 a dezembro de 2004 . Dos 828 pacientes, 43 por cento eram provenientes de outros estados e 71,3 por cento eram do sexo masculino. A idade média foi 35,4 ± 11,5 anos. Eram analfabetos ou cursaram até o ensino fundamental 85,5 por cento. A principal via de exposição ao HIV foi o comportamento heterossexual (54,1 por cento), enquanto o uso de drogas injetáveis foi observado em apenas 2,7 por cento dos casos registrados. As complicações infecciosas mais freqüentes foram candidíase (42,4 por cento) e pneumocistose (22,2 por cento). Foram computados 68 casos de leishmaniose visceral. Em análise multivariada, idade acima de 40 anos, portadores de tuberculose, pneumonia por Pneumocystis carinii, neurocriptococcose associaram-se a maior risco de evolução para o óbito. Predominaram, neste estudo, adultos jovens do sexo masculino, com baixa escolaridade, tendo como infecções oportunistas mais freqüentes candidíase e pneumocistose.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Infecções por HIV Aspecto clínico: Diagnóstico / Etiologia / Prognóstico Limite: Adolescente / Adulto / Idoso / Criança / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Lactente / Masculino / Recém-Nascido País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Rev. Inst. Med. Trop. Säo Paulo Assunto da revista: Medicina Tropical Ano de publicação: 2008 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Federal University of Piauí/BR