Your browser doesn't support javascript.
loading
Conhecimento sobre terapêutica medicamentosa em diabetes: um desafio na atenção à saúde / Conocimiento sobre la terapéutica medicamentosa en diabetes: un desafío en la atención a la salud / Patients' knowledge regarding medication therapy to treat diabetes: a challenge for health care services
Faria, Heloisa Turcatto Gimenes; Zanetti, Maria Lúcia; Santos, Manoel Antônio dos; Teixeira, Carla Regina de Souza.
Afiliação
  • Faria, Heloisa Turcatto Gimenes; Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Programa de Enfermagem Fundamental. São Paulo. BR
  • Zanetti, Maria Lúcia; Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem. Departamento de Enfermagem Geral e Especializada. Ribeirão Preto. BR
  • Santos, Manoel Antônio dos; Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto. Departamento de Psicologia e Educação. Ribeirão Preto. BR
  • Teixeira, Carla Regina de Souza; Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem. Departamento de Enfermagem Geral e Especializada. Ribeirão Preto. BR
Acta paul. enferm ; 22(5): 612-617, set.-out. 2009. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-543113
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO

OBJETIVO:

Avaliar o conhecimento dos pacientes acerca da terapia medicamentosa em uso para o controle do diabetes mellitus.

MÉTODOS:

Estudo descritivo transversal realizado em um centro universitário do interior paulista, em 2007. Foram entrevistados 46 pacientes com diabetes, mediante questionário que investigou variáveis sociodemográficas, clínicas e referentes à terapia medicamentosa. Foi realizada análise univariada dos dados e cálculo de medidas de tendência central.

RESULTADOS:

Dos participantes, 89,1 por cento utilizavam antidiabéticos orais, 41,3 por cento insulina e 30,4 por cento terapia combinada com antidiabéticos orais e insulina. Dos 46 investigados, 56,5 por cento apresentaram déficit no conhecimento acerca da terapia medicamentosa para o controle do diabetes mellitus.

CONCLUSÃO:

A maioria dos pacientes apresentou déficit de conhecimento em relação ao medicamento em uso. Os resultados apontam a necessidade de construção de um processo de reorientação da atenção ao paciente nos serviços de saúde, pois não basta oferecer os medicamentos, mas é preciso avaliar a forma como vêm sendo utilizados.
ABSTRACT

OBJECTIVE:

To assess and describe patients' knowledge regarding medication therapy to treat diabetes mellitus.

METHODS:

This descriptive cross-sectional study was conducted in 2007 at a university center in the interior of São Paulo State, Brazil. Forty-six patients with diabetes were interviewed using a structured questionnaire to gather sociodemographic, clinical, and medication information. Data analysis consisted of univariate statistics and measures of central tendency.

RESULTS:

The majority of participants (89.1 percent) used oral hypoglycemic agents, 41.3 percent used insulin injections, and 30.4 percent used a combination therapy oral hypoglycemic agents and insulin injections. A large number of participants (56.5 percent) had knowledge deficit regarding their medication regimen.

CONCLUSION:

The findings suggest the need to develop a more effective patient orientation process in the health care services. It is not enough to offer the medication; one must also comprehensively assess patients' knowledge and use of the medication.
RESUMEN

OBJETIVO:

Evaluar el conocimiento de los pacientes respecto a la terapia medicamentosa usada para el control de la diabetes mellitus.

MÉTODOS:

Se trata de un estudio descriptivo transversal realizado en un centro universitario del interior de São Paulo, en el 2007. Fueron entrevistados 46 pacientes con diabetes, mediante un cuestionario que permitió investigar variables sociodemográficas, clínicas y referentes a la terapia medicamentosa. Fue realizado el análisis univariado de los datos y cálculo de medidas de tendencia central.

RESULTADOS:

De los participantes, el 89,1 por ciento utilizaban antidiabéticos orales, el 41,3 por ciento insulina y el 30,4 por ciento terapia combinada con antidiabéticos orales e insulina. De los 46 investigados, el 56,5 por ciento presentó déficit en el conocimiento respecto a la terapia medicamentosa para el control de la diabetes mellitus.

CONCLUSIÓN:

La mayoría de los pacientes presentó déficit de conocimiento con relación al medicamento en uso. Los resultados indican la necesidad de construir un proceso de reorientación de la atención al paciente en los servicios de salud, pues no sólo basta ofrecer los medicamentos, sino también evaluar la forma cómo están siendo utilizados.
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Idioma: Português Revista: Acta paul. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Idioma: Português Revista: Acta paul. enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade de São Paulo/BR
...