Your browser doesn't support javascript.
loading
Relações interpessoais entre profissionais de enfermagem e familiares em unidade de tratamento intensivo: estudo bibliográfico / Relaciones interpersonales entre profesionales de enfermería y familiares en unidad de tratamiento intensivo: estudio bibliográfico / Interpersonal relationship between nursing professionals and families in the intensive care unit: a bibliographical study
Ruedell, Lissandra Maicá; Beck, Carmem Lúcia Colomé; Silva, Rosângela Marion da; Prochnow, Andréa; Prestes, Francine Cassol; Lisboa, Rosa Ladi.
Afiliação
  • Ruedell, Lissandra Maicá; s.af
  • Beck, Carmem Lúcia Colomé; s.af
  • Silva, Rosângela Marion da; Universidade Federal de Santa Maria. Santa Maria. BR
  • Prochnow, Andréa; s.af
  • Prestes, Francine Cassol; s.af
  • Lisboa, Rosa Ladi; s.af
Cogitare enferm ; 15(1)jan.-mar. 2010.
Artigo em Português | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-543948
Biblioteca responsável: BR16.1
RESUMO
Pesquisa bibliográfica cujo objetivo foi buscar referenciais teóricos que subsidiassem a compreensão dos fatores queinfluenciam nas relações entre profissionais de enfermagem e familiares de pacientes internados em Unidades de TerapiaIntensiva, possibilitando o exercício crítico-reflexivo. Foram selecionados 18 artigos na base Literatura Latino-Americana e doCaribe em Ciências da Saúde. Realizou-se leitura dos textos na íntegra e a construção de categorias temáticas. Os fatores queinterferem no relacionamento dos profissionais de enfermagem com a família são falta de tempo para assistir a família; medo doenvolvimento emocional; comportamento impessoal do enfermeiro com o familiar; família percebida como intrusa; e linguageminadequada utilizada pela enfermagem. Quanto aos fatores que influenciam a família a interagir com profissionais de enfermagem,foi identificado tensão, insegurança e medo do familiar frente à situação; falta de confiança da família na equipe; ambiente físicodesfavorável e rejeição ou negação das informações recebidas.
ABSTRACT
Bibliographical research in which the objective was to search for theoretical references that subsidize thecomprehension of the factors that influence the relationship between nursing professionals and the families of patientshospitalized in Intensive Care Units, making possible the critic-reflexive exercise. 18 articles were selected in the LILACSdatabase (Latin American and Caribbean Literature on Health Science). The full reading of the texts was performed, as wellas the construction of thematic categories. The factors that interfere in the relationship of the nursing professionals withthe families were lack of time to assist the families; fear of emotional involvement; impersonal behavior of the nurse withthe family; family perceived as an intruder and inadequate language used by the nurses. As for the factors that influencethe families to interact with the nursing professionals, tension, insecurity and fear of the families due to the situation weredetected, lack of confidence of the family on the staff; unfavorable physical environment and the rejection or denial of theinformation received.
RESUMEN
Investigación bibliográfica cuyo objetivo fue buscar referenciales teóricos que subsidiasen la comprensiónde los factores que influencian en las relaciones entre profesionales de enfermería y familiares de pacientes internados enUnidades de Terapia Intensiva, posibilitando el ejercicio crítico-reflexivo. Fueron seleccionados 18 artículos en la baseLiteratura Latino Americana y del Caribe en Ciencias de la Salud). Se realizó lectura de los textos en la íntegra y construcciónde categorías temáticas. Los factores que interfieren en el relacionamiento de los profesionales de enfermería con la familiason falta de tiempo para asistir la familia; miedo de envolvimiento emocional; comportamiento impersonal del enfermerocon el familiar; familia percibida como intrusa y lenguaje inadecuada utilizada por la enfermería. Cuanto a los factores queinfluencian la familia a interactuar con profesionales de enfermería, fue identificadora tensión, inseguridad y miedo delfamiliar delante a la situación; falta de confianza de la familia en el equipo; ambiente físico desfavorable y rechazo onegación de las informaciones recibidas.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Relações Profissional-Família / Prática Profissional / Enfermagem / Pessoal de Saúde / Unidades de Terapia Intensiva / Cuidados de Enfermagem Idioma: Português Revista: Cogitare enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Maria/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BDENF - Enfermagem / LILACS Assunto principal: Relações Profissional-Família / Prática Profissional / Enfermagem / Pessoal de Saúde / Unidades de Terapia Intensiva / Cuidados de Enfermagem Idioma: Português Revista: Cogitare enferm Assunto da revista: Enfermagem Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Santa Maria/BR
...