Your browser doesn't support javascript.
loading
Prevalência de lesão de furca e associação ao fumo e idade / Prevalence of furcation involvement and its association wirth smoking and age
Jardini, Maria Aparecida Neves; Lima, Fernando Renó de; Melo Filho, Antonio Braulino de.
Afiliação
  • Jardini, Maria Aparecida Neves; UNESP. FOSJC. São José dos Campos. BR
  • Lima, Fernando Renó de; UNESP. FOSJC. São José dos Campos. BR
  • Melo Filho, Antonio Braulino de; UNESP. FOSJC. São José dos Campos. BR
Periodontia ; 19(1): 58-64, 2009. tab
Artigo em Português | LILACS, BBO - Odontologia | ID: lil-544300
Biblioteca responsável: BR243.1
RESUMO
Dentes que apresentam lesão de furca tem maior probabilidade de perda ao longo do tempo, pois irregularidades da anatomia radicular favorecem o acúmulo de placa localmente. A resposta ao tratamento da doença periodontal também tende a ser menos previsível devido às dificuldades de se conseguir a remoção adequada do biofilme dental nesta região. O objetivo deste estudo foi verificar a freqüência da lesão de furca em pacientes que procuram atendimento odontológico em Universidade e investigar a associação da lesão de furca ao fumo e idade, dois fatores de risco consagrados para a doença periodontal. Foi conduzido um estudo transversal na clínica de Periodontia da UNESP-S. J. Campos. Foi avaliado um total de 205 pacientes, que se submeteram ao exame clínico periodontal, para detectar o envolvimento de furca. O grau de envolvimento de furca baseou-se no critério de Hamp et al (1975). Dados como sexo, faixa etária e hábito de fumar também foram registrados. As associações de risco foram avaliadas pelo teste do qui-quadrado e regressão logística e foram consideradas significativas se P<0,05. Quatro grupos de dentes foram comparados primeiros e segundos molares superiores e inferiores. Não houve diferença estatisticamente significativa para o gênero em todos os grupos. Verificou-se que o fumo é um fator de risco para lesão de furca, nos primeiros e segundos molares inferiores e nos primeiros molares superiores. As faixas etárias de 31 a 45 e de 41 a 60, também foram associadas à lesão de furca, nos grupos de dentes estudados. Concluímos que a prevalência de lesões de furca é semelhante entre os grupos de dentes molares e o fumo e a idade foram considerados fatores de risco para a lesão de furca.
Assuntos
Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Doenças Periodontais / Tabaco / Defeitos da Furca / Efeito Idade Tipo de estudo: Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Periodontia Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: UNESP/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Buscar no Google
Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: BBO - Odontologia / LILACS Assunto principal: Doenças Periodontais / Tabaco / Defeitos da Furca / Efeito Idade Tipo de estudo: Estudo de prevalência / Estudo de rastreamento Limite: Adulto / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Periodontia Assunto da revista: Odontologia Ano de publicação: 2009 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: UNESP/BR
...