Your browser doesn't support javascript.
loading
Terapia comportamental na abordagem primária da hiperatividade do detrusor / Behavior therapy in primary approach of the detrusor?s overactivity
Mesquita, Luciana Aparecida; César, Patrícia Menezes; Monteiro, Marilene Vale de Castro; Silva Filho, Agnaldo Lopes da.
Afiliação
  • Mesquita, Luciana Aparecida; s.af
  • César, Patrícia Menezes; s.af
  • Monteiro, Marilene Vale de Castro; Universidade Federal de Minas Gerais. Hospital das Clínicas. Belo Horizonte. BR
  • Silva Filho, Agnaldo Lopes da; UFMG. Departamento de Ginecologia e Obstetrícia. Belo Horizonte. BR
Femina ; 38(1)jan. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-545641
Biblioteca responsável: BR1365.1
RESUMO
A hiperatividade do detrusor é uma desordem de grande impacto na qualidade de vida da paciente, não somente em relação às limitações físicas, mas sociais, psicológicas e sexuais. O diagnóstico da hiperatividade do detrusor é realizado por meio de estudo urodinâmico. As opções de tratamento desta condição são terapia comportamental, medicamentos, eletroestimulação, terapias minimamente invasivas (toxina botulínica), neuromodulação e cirurgias. O objetivo desta revisão consiste em rever a terapia comportamental na abordagem primária da hiperatividade do detrusor, suas repercussões no controle dos sintomas e seu impacto na melhoria da qualidade de vida das pacientes para estudar a terapia comportamental. Foi realizada revisão da literatura de estudos indexados em banco de dados, como Medline e Lilacs, além de dados da International Continence Society. A terapia comportamental compreende o diário miccional, a educação da paciente em relação ao hábito urinário, a reeducação vesical, os exercícios do assoalho pélvico (com ou sem biofeedback), estratégias para o controle do desejo miccional e orientações para dieta e ingesta hídrica. Pode ser empregada como único procedimento ou como adjunto ao tratamento farmacológico ou cirúrgico. Atualmente, esta técnica é tratamento de primeira escolha para hiperatividade do detrusor idiopática e constitui um procedimento eficiente, de baixo risco e sem efeitos colaterais
ABSTRACT
The detrusor overactivity is a disorder with significant impact on patients? quality of life, not only with regard to physical limitations, but social, psychological and sexual. The diagnosis of the detrusor overactivity is accomplished by urodynamic study. The treatment?s options for this condition are behavior therapy, medication, electrical stimulation, minimally invasive therapies (botulinum toxin), neuromodulation and surgery. The purpose of this review is to examine the behavior therapy in primary approach of the detrusor?s overactivity, its effects on symptoms control, their impact on improving patients? quality of life and to study the behavior therapy. It was conducted a literature review in database from studies indexed in Medline and Lilacs, and data from the International Continence Society. Behavior therapy involves the voiding diary, education regarding the patient?s urinary habits, bladder retaining, pelvic floor exercises (with or without biofeedback), strategies for the control of desire and voiding guidelines for diet and fluid intake. It can be used as a single procedure or as an adjunct to pharmacological treatment or surgery. Recently, this technique is the first choice of treatment for idiopathic detrusor overactivity and is an efficient procedure, with low risk and no side effects
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Qualidade de Vida / Incontinência Urinária / Micção / Urodinâmica / Terapia Comportamental / Terapias Complementares / Cooperação do Paciente / Bexiga Urinária Hiperativa Limite: Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: Femina Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: UFMG/BR / Universidade Federal de Minas Gerais/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Qualidade de Vida / Incontinência Urinária / Micção / Urodinâmica / Terapia Comportamental / Terapias Complementares / Cooperação do Paciente / Bexiga Urinária Hiperativa Limite: Feminino / Humanos Idioma: Português Revista: Femina Assunto da revista: Ginecologia / Obstetrícia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: UFMG/BR / Universidade Federal de Minas Gerais/BR
...