Your browser doesn't support javascript.
loading
Avaliação do conhecimento sobre tabagismo em pacientes internados / Evaluation of hospitalized patients in terms of their knowledge related to smoking
Tanni, Suzana Erico; Iritsu, Nathalie Izumi; Tani, Masaki; Camargo, Paula Angeleli Bueno de; Sampaio, Marina Gonçalves Elias; Godoy, Ilda; Godoy, Irma.
Afiliação
  • Tanni, Suzana Erico; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Departamento de Clínica Médica. Botucatu. BR
  • Iritsu, Nathalie Izumi; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Botucatu. BR
  • Tani, Masaki; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Botucatu. BR
  • Camargo, Paula Angeleli Bueno de; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Hospital das Clínicas de Botucatu. Botucatu. BR
  • Sampaio, Marina Gonçalves Elias; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Botucatu. BR
  • Godoy, Ilda; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Departamento de Enfermagem. Botucatu. BR
  • Godoy, Irma; Universidade Estadual de São Paulo. Faculdade de Medicina de Botucatu. Departamento de Clínica Médica. Botucatu. BR
J. bras. pneumol ; 36(2): 218-223, mar.-abr. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-546377
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO

OBJETIVO:

Determinar características relacionadas ao tabagismo e avaliar o conhecimento sobre a relação entre dependência nicotínica e doenças relacionadas ao tabaco em pacientes internados.

MÉTODOS:

Foram avaliados em 186 pacientes (59 por cento de homens; média de idade = 51,3 ± 16,8 anos) internados em um hospital público quanto a características demográficas, diagnóstico de internação, história tabágica e tabagismo passivo. Todos os pacientes responderam um questionário sobre o conhecimento da relação tabagismo/doença.

RESULTADOS:

Dos 186 pacientes, 42 (22,6 por cento) eram fumantes, 64 (34,4 por cento) eram ex-tabagistas e 80 (43 por cento) referiam nunca ter fumado; 136 (73 por cento) referiam exposição passiva ao fumo. O diagnóstico de admissão foi o de doença possivelmente relacionada ao tabaco em 21,5 por cento dos pacientes e em 39 por cento dos fumantes ativos e ex-fumantes. A proporção de fumantes e ex-fumantes que não conheciam a associação entre o tabagismo e a causa de internação foi similar (56 por cento vs. 65 por cento). Apenas 19 por cento dos fumantes e 32 por cento dos ex-fumantes acreditavam que o tabagismo tivesse afetado sua saúde (p = 0,22). A proporção de ex-fumantes e de não fumantes que acreditavam que parar de fumar é uma questão de vontade foi significativamente maior que aquela de fumantes ativos (64 por cento e 53 por cento, respectivamente, vs. 24 por cento; p < 0,001 e p = 0,008). Embora 96 por cento dos pacientes acreditassem que o tabagismo cause dependência, apenas 60 por cento identificavam o tabagismo como uma doença.

CONCLUSÕES:

Este estudo mostra a contradição entre o reconhecimento do tabagismo como causa de dependência e o reconhecimento do tabagismo como uma doença, além do desconhecimento de que o tabagismo atual e pregresso é um fator de risco para o desenvolvimento e a evolução de doenças.
ABSTRACT

OBJECTIVE:

To identify characteristics related to smoking in hospitalized patients and to assess the knowledge that such patients have regarding the relationship between nicotine dependence and smoking-related diseases.

METHODS:

The study included 186 patients (males, 59 percent; mean age, 51.3 ± 16.8 years) who were evaluated regarding demographic characteristics, diagnosis at admission, smoking history and passive smoke exposure. All of the patients completed a questionnaire regarding their knowledge of the relationship between smoking and disease.

RESULTS:

Of the 186 patients, 42 (22.6 percent) were smokers, 64 (34.4 percent) were former smokers and 80 (43 percent) stated they were never smokers; 136 (73 percent) reported passive smoke exposure. In the sample as a whole, 21.5 percent of the patients were diagnosed with a smoking-related disease at admission, compared with 39 percent of those who were smokers or former smokers. The proportion of individuals who were unaware of the relationship between smoking and the cause of hospitalization was similar among current smokers and former smokers (56 percent and 65 percent, respectively). Only 19 percent of the current smokers believed that smoking might have affected their health, compared with 32 percent of the former smokers (p = 0.22). The proportion of individuals who believed that quitting smoking depends on willpower was significantly higher among former smokers and never smokers than among current smokers (64 percent and 53 percent, respectively, vs. 24 percent; p < 0.001 and p = 0.008). Although 96 percent of the patients believed that smoking causes dependence, only 60 percent identified smoking as a disease.

CONCLUSIONS:

This study shows the disconnect between the recognition of smoking as a cause of dependence and the recognition of smoking as a disease, as well as the general lack of awareness that former and current smoking constitute a risk factor for the development and ...
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.9: Reduzir o número de mortes por produtos químicos perigosos e contaminação do ar e água do solo / Meta 3.5 Prevenção e tratamento do consumo de substâncias psicoativas Base de dados: LILACS Assunto principal: Tabagismo / Fumar / Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Abandono do Hábito de Fumar / Hospitalização Limite: Adolescente / Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: J. bras. pneumol Assunto da revista: Pneumologia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de São Paulo/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: ODS3 - Saúde e Bem-Estar Tema em saúde: Meta 3.9: Reduzir o número de mortes por produtos químicos perigosos e contaminação do ar e água do solo / Meta 3.5 Prevenção e tratamento do consumo de substâncias psicoativas Base de dados: LILACS Assunto principal: Tabagismo / Fumar / Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde / Abandono do Hábito de Fumar / Hospitalização Limite: Adolescente / Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: J. bras. pneumol Assunto da revista: Pneumologia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo / Documento de projeto País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Estadual de São Paulo/BR
...