Your browser doesn't support javascript.
loading
Genotyping of hepatitis B virus in a cohort of patients evaluated in a hospital of Porto Alegre, south of Brazil
Becker, Carlos Eduardo; Mattos, Angelo Alves de; Bogo, Maurício Reis; Branco, Fernanda; Sitnik, Roberta; Kretzmann, Nelson Alexandre.
Afiliação
  • Becker, Carlos Eduardo; Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Pos-Graduate Program in Hepatology. Porto Alegre. BR
  • Mattos, Angelo Alves de; Pontifícia Universidade Católica. Genotype and Molecular Biology Center. Porto Alegre. BR
  • Bogo, Maurício Reis; Pontifícia Universidade Católica. Genotype and Molecular Biology Center. Porto Alegre. BR
  • Branco, Fernanda; Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Pos-Graduate Program in Hepatology. Porto Alegre. BR
  • Sitnik, Roberta; Hospital Israelita Albert Einstein. Laboratory of Special Techniques. São Paulo. BR
  • Kretzmann, Nelson Alexandre; Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Pos-Graduate Program in Hepatology. Porto Alegre. BR
Arq. gastroenterol ; 47(1): 13-17, Jan.-Mar. 2010. tab
Artigo em Inglês | LILACS | ID: lil-547607
Biblioteca responsável: BR1.1
ABSTRACT
CONTEXT In recent years the hepatitis B virus (HBV) genotyping has been considered a relevant factor in the natural history of the disease.

OBJECTIVE:

To determine hepatitis B virus genotypes and its epidemiological and clinical implications, in a cohort of patients in a hospital in Porto Alegre, South of Brazil. Methods - Sixty seven patients with HBV chronic infection markers who were being treated at ''Complexo Hospitalar Santa Casa'', in Porto Alegre, RS, Brazil, were evaluated. Demographic and epidemiological data were collected from these group of patients by following a standard protocol and ALT and HBeAg were determined. The genotypes and subtypes were determined by in-house PCR and, finally, the samples were sequenced. The level of significance used was 5 percent.

RESULTS:

The qualitative analysis for HBV-DNA by PCR was positive in 79.1 percent of the samples (53/67). The genotype was determined in all positive VHB-DNA samples and the genotypes A (34 percent), D (60.4 percent) and F (5.4 percent) as well as the subtypes adw, ayw and adw4 were found. No significant correlation was found between the hepatitis B virus genotypes and demographic variables considered as risk factors for hepatitis B virus infection. There was also no correlation between the genotypes and the serological and laboratory variables related to liver disease.

CONCLUSION:

We concluded that the most prevalent genotype found was D. However, further studies are needed to allow us to evaluate the implications of genetic variability in the clinical evolution of HBV carriers.
RESUMO

CONTEXTO:

Nos últimos anos a genotipagem do vírus da hepatite B (VHB) tem sido considerado fator relevante para a história natural da doença.

OBJETIVOS:

Determinar os genótipos do VHB e suas implicações clínicas e epidemiológicas, em uma coorte de pacientes em um hospital de Porto Alegre, RS, sul do Brasil.

MÉTODOS:

Foram avaliados 67 pacientes com marcadores de infecção crônica pelo VHB que estavam sendo tratados no Complexo Hospitalar Santa Casa de Porto Alegre, RS. Foi aplicado um protocolo com dados demográficos e epidemiológicos dos pacientes, e AgHBe e ALT foram determinadas. Os genótipos e subtipos foram determinados por PCR in-house e, finalmente, as amostras foram sequenciadas. O nível de significância utilizado foi de 5 por cento.

RESULTADOS:

A análise qualitativa de VHB-DNA por PCR foi positiva em 79,1 por cento das amostras (53/67). O genótipo foi determinado em todas as amostras de VHB-DNA positivo. A análise demonstrou a presença dos genótipos A (34 por cento), D (60,4 por cento) e F (5,4 por cento). Foram encontrados os seguintes subtipos adW, ayw e adw4. Nenhuma correlação significativa foi encontrada entre os genótipos do VHB e as variáveis demográficas estudadas como fator de risco para infecção pelo VHB, e com os exames sorológicos e laboratoriais de doença hepática.

CONCLUSÃO:

O genótipo mais prevalente encontrado foi o D. No entanto, mais estudos são necessários para que se possa avaliar as implicações da variabilidade genética na evolução clínica de portadores do VHB.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: DNA Viral / Vírus da Hepatite B / Hepatite B Crônica Tipo de estudo: Estudo de incidência / Estudo de prevalência Limite: Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Arq. gastroenterol Assunto da revista: Gastroenterologia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital Israelita Albert Einstein/BR / Pontifícia Universidade Católica/BR / Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: DNA Viral / Vírus da Hepatite B / Hepatite B Crônica Tipo de estudo: Estudo de incidência / Estudo de prevalência Limite: Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Inglês Revista: Arq. gastroenterol Assunto da revista: Gastroenterologia Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Hospital Israelita Albert Einstein/BR / Pontifícia Universidade Católica/BR / Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre/BR
...