Your browser doesn't support javascript.
loading
Características epidemiológicas e clínicas das reações hansênicas em indivíduos paucibacilares e multibacilares, atendidos em dois centros de referência para hanseníase, na Cidade de Recife, Estado de Pernambuco / Characteristics of leprosy reactions in paucibacillary and multibacillary individuals attended at two reference centers in Recife, Pernambuco
Teixeira, Márcia Almeida Galvão; Silveira, Vera Magalhães da; França, Emmanuel Rodrigues de.
Afiliação
  • Teixeira, Márcia Almeida Galvão; Universidade de Pernambuco. Departamento de Dermatologia. Recife. BR
  • Silveira, Vera Magalhães da; Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Medicina Tropical. Recife. BR
  • França, Emmanuel Rodrigues de; Universidade de Pernambuco. Departamento de Dermatologia. Recife. BR
Rev. Soc. Bras. Med. Trop ; 43(3): 287-292, May-June 2010. graf, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-548525
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO

INTRODUÇÃO:

As reações são frequentes e importantes no contexto da hanseníase, representando uma significativa parcela de pacientes com incapacidades e submetidos ao retratamento da hanseníase. A caracterização clínico-epidemiológica dos padrões reacionais é primordial para o manejo dos pacientes. O objetivo desse trabalho é descrever as características epidemiológicas e clínicas das reações hansênicas em indivíduos paucibacilares e multibacilares.

MÉTODOS:

Estudo transversal onde foram avaliados 201 pacientes com história de quadro reacional, atendidos em dois centros de referência para tratamento da hanseníase. Variáveis como baciloscopia inicial, sexo, idade, fototipo, procedência, forma clínica, tipo de tratamento e de reação, índice baciloscópico final e período de surgimento da reação em relação ao tratamento foram avaliados. A análise estatística foi realizada usando-se frequências simples. Para cálculo dos fatores de risco para as formas multibacilares, foram realizadas análises univariada e multivariada.

RESULTADOS:

Sexo masculino, idade entre 30-44 anos, fototipo V, a forma clínica borderline, tratamento regular, reação tipo I, neurite, presença de 10 a 20 nódulos e surgimento da reação hansênica durante o tratamento foram os achados mais frequentes.

CONCLUSÕES:

Predominaram os indivíduos do sexo masculino que se associaram a um maior risco de desenvolvimento da forma multibacilar. As reações hansênicas foram mais frequentes durante o tratamento, os pacientes multibacilares foram mais propensos ao retratamento da hanseníase e aqueles com reações tipo I e II, apresentaram maior frequência de neurite, linfadenopatia, artrite e irite do que aqueles com reação isolada.
ABSTRACT

INTRODUCTION:

Significant reactions frequently occur among leprosy cases, and thus a significant proportion of leprosy patients present disabilities and undergo leprosy retreatment. Clinical-epidemiological characterization of reaction patterns is essential for managing such patients. Objective to describe the epidemiological and clinical characteristics of leprosy reactions among paucibacillary and multibacillary individuals.

METHODS:

In this cross-sectional study, 201 patients with histories of reactions who were attended at two reference centers for leprosy treatment were evaluated. Variables such as initial bacilloscopy, sex, age, skin phototype, origin, clinical presentation, type of treatment, type of reaction, final bacilloscopy index and time of reaction onset in relation to the treatment were evaluated. Statistical analysis was performed using simple frequencies. To calculate risk factors for multibacillary forms, univariate and multivariate analyses were performed.

RESULTS:

Male sex, age between 30 and 44 years, phototype V, borderline clinical form, regular treatment, type I reaction, neuritis, presence of 10 to 20 nodules and onset of the leprosy reaction during the treatment were the most frequent findings.

CONCLUSIONS:

Male patients predominated and were associated with greater risk of developing the multibacillary forms. Leprosy reactions occurred most frequently during the treatment. Multibacillary patients were more likely to need leprosy retreatment, and those with type I and type II reactions presented greater frequency of neuritis, lymphadenopathy, arthritis and iritis than did those with isolated reactions.
Assuntos
Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Hanseníase Base de dados: LILACS Assunto principal: Hanseníase Multibacilar / Hanseníase Paucibacilar Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adolescente / Adulto / Criança / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Lactente / Masculino / Recém-Nascido País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. Soc. Bras. Med. Trop Assunto da revista: Medicina Tropical Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Pernambuco/BR / Universidade de Pernambuco/BR

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Contexto em Saúde: Doenças Neglicenciadas Tema em saúde: Hanseníase Base de dados: LILACS Assunto principal: Hanseníase Multibacilar / Hanseníase Paucibacilar Tipo de estudo: Estudo de prevalência Limite: Adolescente / Adulto / Criança / Criança, pré-escolar / Feminino / Humanos / Lactente / Masculino / Recém-Nascido País/Região como assunto: América do Sul / Brasil Idioma: Português Revista: Rev. Soc. Bras. Med. Trop Assunto da revista: Medicina Tropical Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Pernambuco/BR / Universidade de Pernambuco/BR
...