Your browser doesn't support javascript.
Efetividade das ações voltadas à diminuição da gravidez não-planejada na adolescência: revisão da literatura / The effectiveness of action to curb unplanned pregnancy in adolescence: a review of the literature
Rev. bras. saúde matern. infant; 10(4): 407-416, out.-dez. 2010. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-573856
Biblioteca responsável: BR663.1
ABSTRACT
Pregnancy in adolescence constitutes a public health problem owing to the high incidence of morbidity and mortality among mothers and new-borns and the possible disruption it causes in the life of adolescents. The aim of this review is to show which studies present evidence of a reduction in adolescent pregnancy as a result of strategic action. Six hundred and seventy-one citations were identified in the data bases, of which only nine were considered appropriate and used in this article. The approaches which had a impact on reducing the occurrence of pregnancy in adolescence were: a) comprehensive sex education (100 percent with positive results), prevention of further pregnancies (60 percent) and abstinence programs (50 percent). Although the programs presented were focused on the U.S.A population, as were those who fulfilled the inclusion criteria of this study, we observed that the use of methodologies with social approaches that take into account the different specific social and demographic and behavioral adolescents were important points for success and recognition of the interventions examined, as are strategies that lead to the reflection on the choices of adolescents for their future life.
RESUMO
A gravidez na adolescência é um problema de saúde pública devido à alta ocorrência de morbi-mortalidade materna e infantil e por constituir um possível elemento desestruturador da vida das adolescentes. O objetivo desta revisão foi verificar quais estudos demonstram os resultados da diminuição do índice de gravidez na adolescência a partir de ações estratégicas. Foram identificadas 671 citações na pesquisa às bases de dados, das quais apenas nove foram consideradas apropriadas e utilizadas na análise deste artigo. As abordagens com impacto para redução da ocorrência de gestações precoces foram: a) educação sexual compreensiva (100 por cento com resultados positivos), prevenção de reincidência de gravidez (60 por cento) e programas de abstinência (50 por cento). Apesar de os programas apresentados terem sido focalizados unicamente na população americana, pois foram os que se enquadraram nos critérios de inclusão do presente estudo, observou-se que a utilização de metodologias com abordagens sociais que levam em consideração as diferentes particularidades sócio-demográficas e comportamentais dos adolescentes foram pontos relevantes para o sucesso e reconhecimento das intervenções analisadas, pois são estratégias que remetem à reflexão dos adolescentes sobre as escolhas para sua vida futura.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Gravidez na Adolescência / Educação Sexual / Educação em Saúde / Gravidez não Planejada Limite: Adolescente / Feminino / Humanos / Gravidez Idioma: Português Revista: Rev. bras. saúde matern. infant Ano de publicação: 2010 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/BR / Universidade Federal de São Carlos/BR / Universidade Federal do Amazonas/BR