Your browser doesn't support javascript.
Medo de cair e sua relação com a medida da independência funcional e a qualidade de vida em indivíduos após Acidente Vascular Encefálico / Fear of falling and the relationship with the measure of functional independence and quality of life in post-Cerebral Vascular Accident (Stroke) victims
Ciênc. saúde coletiva ; 18(7): 2017-2027, Jul. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-679601
Biblioteca responsável: BR1.1
RESUMO
O objetivo deste estudo transversal foi avaliar o medo de cair em 52 indivíduos na fase crônica após Acidente Vascular Encefálico (AVE) e verificar sua relação com medidas de independência funcional e de qualidade de vida (QV). O medo de cair foi verificado através da versão brasileira da Falls Efficacy Scale International (FES-I-BRASIL), independência funcional através da Medida da Independência Funcional (MIF) e QV através da Escala de QV Específica para AVE (EQVE-AVE). Coeficientes de correlação de Spearman foram calculados para verificar associações entre a FES-I-BRASIL e os demais instrumentos, e o teste U de Mann-Whitney para comparar grupos com baixa e alta preocupação em cair. Houve predomínio de indivíduos com alta preocupação em cair, maior QV e independentes. A FES-I-BRASIL foi estatisticamente associada à MIF e à EQVE-AVE, sendo o mesmo observado nas subescalas transferências e locomoção da MIF e nos domínios energia, papéis familiares, linguagem, mobilidade, humor, autocuidado e função do membro superior da EQVE-AVE. Assim, o medo de cair pode contribuir para a redução da independência funcional e da QV de indivíduos pós-AVE, devendo ser inserido na avaliação desses pacientes, para que maiores benefícios possam ser garantidos na reabilitação.
ABSTRACT
The aim of this cross-sectional study was to evaluate the fear of falling of 52 chronic post-stroke individuals and to assess its relationship with measures of functional independence and quality of life (QOL). Fear of falling was assessed by the Brazilian version of Falls Efficacy Scale International (FES-I-BRAZIL) and functional independence by the Functional Independence Measure (FIM) and QOL by the Stroke Specific Quality of Life (SSQOL) scale. Spearman's correlation coefficients were calculated to verify the associations between FES-I-BRAZIL and the other instruments, and the Mann-Whitney U test to compare groups with low and high fall concerns. There was a predominance of individuals with high concerns regarding falling, higher QOL, and independents. FES-I-BRAZIL was statistically associated with FIM and SSQOL. Significant relationships were also found between FES-I-Brazil with FIM transfer and locomotion sub-scales, as well as with the following SSQOL energy, family role, language, mobility, mood, self-care, and upper extremity function domains. Thus, fear of falling may contribute to reduced functional independence and QOL in post-stroke individuals and should be included in the evaluation process of these patients to ensure greater benefits during rehabilitation.
Assuntos

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Coleções: Bases de dados internacionais Base de dados: LILACS Assunto principal: Qualidade de Vida / Acidentes por Quedas / Atividades Cotidianas / Acidente Vascular Cerebral / Medo Limite: Adulto / Idoso / Feminino / Humanos / Masculino Idioma: Português Revista: Ciênc. saúde coletiva Ano de publicação: 2013 Tipo de documento: Artigo País de afiliação: Brasil Instituição/País de afiliação: Universidade Federal de Pernambuco/BR